Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/06/2007 - Infonet Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil prende estelionatários que revendiam carros


Policiais da 4ª Delegacia Metropolitana prenderam Jéferson Soares, mais conhecido como Ninja, e Arnaldo Alves da Silva, acusados de financiar de forma irregular veículos no nome de terceiros, utilizando documentação falsa. Os dois comercializam carros em Sergipe e usavam o esquema para revender veículos a preços baixos nas cidades de Alagoinhas e Salvador, na Bahia.

Na operação foram apreendidos seis veículos, que já tinham restrição de busca e apreensão. A polícia ainda não sabe a quantidade de veículos vendida pelos dois, que agem em Aracaju há mais de oito meses.

Os policiais desconfiam de funcionários de financeiras e contadores, que possivelmente tinham ligação com a dupla. A prisão dos dois aconteceu na última sexta-feira, dia 21, mas foi divulgada hoje, pois a polícia ainda reunia subsídios para a execução do inquérito policial, cuja investigação pretende elucidar a participação de outras pessoas no esquema. Na operação, a polícia apreendeu dois Ford Focus, mais dois veículos Gol, uma pick-up Ranger e um Palio.

Investigações

A polícia descobriu o mecanismo utilizado pelos falsários depois de um registro de estelionato na cidade de Cristinápolis, no sul do Estado. Uma funcionária da lanchonete de propriedade de Jéferson começou a receber faturas referentes à compra de um Focus, no valor total de R$ 38.700. A polícia aprofundou as investigações e descobriu que Jéferson revendia veículos e, possivelmente, teria se apropriado dos documentos da vítima para praticar a fraude.

Após alguns dias, a equipe do delegado Whasghiton Okada descobriu como a dupla agia para a execução do estelionato. Eles pediam os documentos pessoais da vítima e falsificavam um comprovante de renda e uma procuração para financiar os carros. Possivelmente, houve facilitação de funcionários de empresas para que os financiamentos fossem aprovados.

Eles estão presos na 4ª Delegacia Metropolitana, onde prestaram depoimento ao delegado Whasghiton Okada. Os veículos serão entregues às financeiras.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 389 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal