Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/11/2010 - PB Agora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Bingos e caça-níqueis rendem R$ 115 milhões


Enquanto os contraventores que controlam o jogo ilegal faturam aproximadamente R$ 115 milhões por mês, principalmente com bingos e máquinas caça-níqueis, os apostadores amargam prejuízos. Segundo a PF (Polícia Federal), as máquinas caça-níqueis são programadas para dar a quem aposta apenas 5% de chances de ganhar.

Chefe de operações da Delefaz (Delegacia de Combate aos Crimes Fazendários), o delegado Marcelo Daemon explica que em países onde o jogo é legal e os equipamentos são submetidos à fiscalização, a possibilidade de ganho para os apostadores é de, no mínimo, 20%.

- Laudo feito por peritos da Polícia Civil constatou que as máquinas são viciadas e que a possibilidade de ganho é mínima, de 5%. Por mais que uma pessoa ganhe dinheiro em algum momento, vai acabar perdendo porque os lucros da contravenção são muito maiores.

Uma máquina de vídeo bingo chega a faturar R$ 4 mil em um dia, segundo a PF. Para se ter ideia dos lucros exorbitantes, em apenas duas horas de funcionamento, um bingo com 81 máquinas estourado recentemente pelos federais já tinha faturado R$ 36 mil, em São Conrado, na zona sul da capital.

Geralmente, 20% do lucro fica com o dono do estabelecimento, enquanto que os 80% restantes são divididos meio a meio entre o intermediário, uma espécie de gerente da área, e o grande contraventor que domina a região. Cada máquina tem um selo, um adesivo com uma marca característica de cada contraventor, o que garante autorização para o equipamento funcionar em determinada área.

De acordo com a PF, os equipamentos usados nas máquinas são produtos de contrabando. Os noteiros, locais onde as notas são depositadas, vêm de Taiwan e dos Estados Unidos e entram no Brasil por meio de fraude na importação. As placas de vídeo, iguais às usadas em computadores, são de origem russa e israelense, que também chegam através de contrabando. Os equipamentos são montados aqui, em oficinas do jogo.

- Muitas vezes a compra desses produtos é lícita porque equipamentos desse tipo são usados em máquinas de refrigerante e que tocam músicas. O problema é que a destinação não é essa, mas sim o jogo ilegal.

'Se fechar um bingo por dia, vou levar 20 anos'

De janeiro a novembro deste ano, a Delefaz apreendeu 3.025 máquinas em 107 estabelecimentos comerciais, com um montante de R$ 423.785 apreendidos. Ao todo, 102 pessoas foram presas, entre elas um policial que trabalhava como segurança.

Marcelo Daemon disse que a Delefaz tem uma lista de mais de 5.000 estabelecimentos onde há bingos ou máquinas caça-níqueis em funcionamento.

- É um número impressionante. Se nós fecharmos um estabelecimento desses por dia, vamos levar 20 anos para acabar com esse problema.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 168 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal