Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/11/2010 - EPTV.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Compras de fim de ano aumentam risco de golpes pela internet

Orientação é ficar atento a os preços muito baixos, e-mails fraudulentos e lojas que recebem informações confidenciais.

No fim de ano, os consumidores querem aproveitar as facilidade dos sites de compra as promoções para comprar presentes. Com o aumento da procura, crescem também os golpes pela internet. A orientação é ficar atento para os preços muito abaixo do mercado, os e-mails que recebe e até a segurança da loja que recebe informações confidenciais, como o número do cartão de crédito.

Um dos principais golpes consiste em enviar e-mails pedindo doações para entidades falsas. Na tentativa de ajudar, a pessoa sai no prejuízo. Os golpistas também mandam cartões virtuais de Natal, com vírus que podem roubar dados do computador e por isso é preciso cuidado ao clicar em links destes arquivos.

Os ladrões também agem no momento em que o consumidor tenta fazer as compras. Quem usa computadores públicos ou redes abertas de internet sem fio corre mais risco de ser espionado. É bom ficar de olho também em ofertas de produtos muito baratos, pois muitas vezes o golpista recebe o dinheiro e nunca entrega a mercadoria.

Os golpistas que agem pela internet são especialistas em iludir e ludibriar pessoas. Por isso, desconfiar é o melhor remédio para não se tornar mais uma vítima de quem faz da má-fé uma arma para ganhar dinheiro fácil através do computador.

De acordo o pesquisador Alexandre Braga, especializado em segurança da informação, a proteção deve começar pela atualização frequente do sistema operacional do computador, do navegador de internet e do anti-vírus.

Os provedores de internet possuem filtros para mensagens indesejáveis ou de origem desconhecida, os chamados spams, mas nem sempre todas as ameaças ficam retidas através desse recurso. Segundo Braga, o usuário tem que ter discernimento para se dar conta que pode ser um hacker ou golpista enviando uma mensagem eletrônica.
Em São Paulo, existe a Delegacia de Crimes Virtuais, telefone (11) 2221-7030.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 139 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal