Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/06/2007 - Jornal Pequeno Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende acusado de fraudar aposentadorias

Por: Jully Camilo


Um trabalho da Delegacia de Defraudações em parceria com o Instituto de Identificação, órgão responsável pela expedição dos Registros de Identidade (RG), desmontou fraudes aplicadas com documentos falsos para adquirir o benefício de aposentadoria. Ivaldo Mendes Teixeira, 52 anos, residente na Rua Projetada, n° 8-A, Tibiri, foi preso por volta de 9h30 de ontem, em plena atividade delituosa na Praça João Lisboa.

De acordo com o policial civil Luís Carlos, responsável pela prisão do falsificador, Ivaldo trabalhava normalmente com pessoas pobres, tanto da capital como do interior. As fraudes começavam pelas certidões de nascimento, pessoas de 50 anos, apresentavam documentos com a idade referente a 65 (idade máxima) e iam tirar o RG, para em seguida dar entrada ao benefício. “Uma senhora ao tentar tirar a carteira de identidade na quinta-feira (21), apresentou duplicidade no registro e a atendente do ‘Instituto de Identificação pediu que ela aguardasse que em 20 minutos o RG estaria pronto”, declarou.

Segundo Luís Carlos, a funcionária entrou em contato com a “Defraudações” e avisou do possível golpe. Os agentes foram até o local e ao interrogar a mulher obtiveram informações da fraude e de quem a aliciava. “Ela nos informou que o homem bancava seus documentos e que havia marcado um encontro com ela, na manhã do dia seguinte (22), na Praça João Lisboa, para retirar o CPF. Pedimos que ela mantivesse o acordo e que iríamos monitorar. Na data e hora marcadas fomos até o local e Ivaldo apareceu minutos depois em um carro. Fizemos a abordagem e percebemos que além das fraudes ele não possui habilitação para dirigir”, afirmou.

O policial informou também que encontrou no carro do fraudador, xerox de duas identidades, três certidões de nascimento e extratos de alguns benefícios. Depois de confirmada a aposentadoria Ivaldo recebia durante quatro meses o valor de R$ 200, e após isso era retirado um empréstimo que varia em torno de R$ 1.500 a R$ 2.000, que o aposentado tinha que pagar sozinho. Ivaldo foi autuado em flagrante pelo delegado Naason Salmon de Sousa por falsidade ideológica.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 380 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal