Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/11/2010 - Folha de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende suspeito de venda ilegal de dispositivo do pedágio Sem Parar em SP


A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de São Carlos (232 km de São Paulo) prendeu em nesta quarta-feira (10) Clayton de Godoi, 27, sob a acusação de montar um esquema de venda ilegal pela internet de TAGs do sistema Sem Parar, utilizadas para passagem nas praças de pedágio.

Além disso, ele portava R$ 2.200 em notas falsas. Segundo a polícia, Godoi era investigado havia 60 dias. Para aplicar o golpe, o estelionatário disse em depoimento ter encontrado dados bancários de suas vítimas e ter se passado por elas quando adquiria uma TAG -dispositivo eletrônico que reconhece a passagem do veículo no pedágio Sem Parar.

Os aparelhos eram revendidos na internet a R$ 50 e R$ 60. A Polícia Civil informou acreditar que os principais compradores seriam caminhoneiros.

As vítimas percebiam o golpe somente depois de 30 a 40 dias, quando consultavam os extratos bancários e verificavam o lançamento da cobrança do pedágio. Godoi é formado em ciência da computação e em 2006 foi condenado a prestar serviços comunitários decorrente de crimes de estelionato.

A polícia já identificou um comprador, que deve ser chamado nos próximos dias para prestar depoimento. Ele foi preso em sua residência no bairro Cruzeiro do Sul.

No local foram encontradas 11 TAGs, 44 notas falsas de R$ 50 e máquinas de cartões.

Godoi foi encaminhado à cadeia de Itirapina. Um inquérito sobre o estelionato será aberto. A Folha não conseguiu falar com o acusado ou seus advogados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 174 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal