Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

10/11/2010 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Confira alguns dos principais escândalos financeiros já registrados no Brasil


RIO - Desde a década de 80, alguns escândalos financeiros abalaram o país e provocaram modificações na regulação bancária do Brasil. Confira, a seguir, os principais casos:

Coroa Brastel - 1983: Em junho de 1983, fiscais do BC descobriram no escritório da financeira Coroa, no Rio, pistas de um derrame de letras de câmbio frias. Ao todo, US$650 milhões. Anos antes, Assis Paim Cunha - dono do grupo Coroa-Brastel - foi pressionado pelo governo para que assumisse o passivo da corretora Laureano, para evitar uma quebra generalizada no sistema financeiro. Paim foi preso, processado e perdeu as empresas. Os pequenos investidores não conseguiram reaver as perdas.

Nacional - 1995: Segundo a denúncia do Ministério Público, 652 créditos fantasmas no banco causaram um prejuízo à sociedade de US$15 bilhões, com a contabilização de lucros falsos, a distribuição de dividendos e a captação de capital com subscrição de ações, numa empresa praticamente falida.

Econômico - 1995: As fraudes do Banco Econômico vieram à tona em agosto de 1995, quando o BC decretou intervenção na instituição. Na época, o Econômico, tecnicamente quebrado, pegava empréstimos diários de R$ 1 bilhão para fechar o caixa. No início de 1996, o BC apurou um rombo de R$ 7 bilhões, causado principalmente por empréstimos irregulares a empresas coligadas.

Bamerindus - 1997: O rombo no Bamerindus, banco do ex-senador José Eduardo Andrade Vieira, foi em descoberto em 1997, quando a instituição sofreu intervenção do Banco Central. A liquidação extrajudicial foi decretada em 1998 e a parte do Bamerindus que estava saneada foi vendida para o banco inglês HSBC.

Marka - 1999: O banco do italiano Salvatore Cacciola assumiu pesados compromissos em dólar. Quando o Banco Central decretou a maxidesvalorização do real, a instituição teve prejuízos gigantescos e acabou sendo socorrida pelo Banco Central.

FonteCindam - 1999: Assim como no caso do Banco Marka, os problemas do FonteCindam vieram à tona após a maxidesvalorização do real. O banco também foi socorrido pelo BC.

Precatórios - 1997: As irregularidades na emissão de títulos precatórios (dívidas resultantes de sentenças judiciais) foram descobertas em 1996, primeiramente nos estados de Santa Catarina e Pernambuco. No fim do ano, o Senado instaurou uma CPI para tratar do assunto e, no ano seguinte, o escândalo ganhou destaque nacional com o envolvimento da prefeitura de São Paulo e do ex-prefeito Celso Pitta.

Papatudo - 1994, 1995: Com a apresentadora Xuxa como garota-propaganda, o Papa-Tudo era administrado pela corretora Interunion e lesou milhões de investidores que compraram o título de capitalização da empresa. Segundo o Ministério Público Federal, os gestores simulavam lucros com falsos dados contábeis, mas não mantinham sequer reservas técnicas para garantir o reembolso.

Banco Santos - 2004/2005:O Banco Santos sofreu intervenção do Banco Central (BC) em novembro de 2004, diante de diversos saques em contas e resgates em fundos de investimento. O interventor nomeado pela autoridade monetária, Vânio Aguiar, descobriu um rombo de R$2,23 bilhões na época. Em 2005, Cid Ferreira foi indiciado pela Polícia Federal, acusado de crime contra o sistema financeiro e associação como o argentino Cesar Arrieta, fraudador da Previdência. No mesmo ano, o BC anunciou a liquidação extrajudicial do banco, e foi aberto um processo criminal contra Ferreira e 18 ex-diretores.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1348 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal