Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/06/2007 - Gazeta de Limeira Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Idosa cai no novo “golpe do esgoto”


Ana Junqueira da Silva, 80 anos, pagou R$ 500 por um serviço de esgoto que não existe. Ela caiu em um novo golpe. O caso aconteceu anteontem, na Rua Ramiro de Andrade, no Jardim Santa Lúcia. Os estelionatários se passaram por funcionários da concessionária Águas de Limeira.

Conforme descreveu a aposentada, um dos golpistas, o que a convenceu de pagar pelo “serviço”, estava vestido com camisa azul clara e calça jeans azul marinho. A roupa é semelhante ao uniforme dos funcionários da concessionária. Porém, o homem não estava identificado com crachá. Apenas com alguns papéis nas mãos.
Eram por volta de 11h, quando Ana foi atender quem batia palmas no portão. “Ele disse que veio à minha casa para fazer um serviço de esgoto, que passaria a ser lançado pelos encanamentos da rua. Não entendi direito o que seria feito”.
A aposentada perguntou o valor que teria de pagar, e a surpresa: R$ 2,7 mil. “Falei que não tinha condições de pagar este montante, mas ele insistiu e disse que o serviço seria feito em várias outras casas”. Ana achou melhor ligar para a filha e o golpista rapidamente se propôs a ligar do celular dele, de acordo com o relato da vítima.
Ela passou o número, no entanto, o estelionatário fingiu estar falando com a filha, que supostamente autorizou a mãe a fazer o negócio. “Ele ainda me disse que a Maria Célia iria me ajudar a pagar”. Maria Célia Ferreira da Silva, confirmou que ninguém tinha ligado para ela e ainda disse que percebeu, que no dia anterior, dois homens, com as mesmas características dos golpistas, estavam nas imediações pedindo informações sobre a residência de um homem. “Acho que eles já estavam observando o alvo, que era a minha mãe”.
Foi então que o homem convenceu Ana a dar pelo menos a entrada, de R$ 500, para a compra dos materiais. O restante, a concessionária parcelaria.
A aposentada deu o dinheiro, mas pediu recibo. O golpista disse que iria até o carro, que estava estacionado um pouco distante da casa com outro homem aguardando. “Ele foi e não voltou mais. Meu vizinho disse que viu eles indo embora. Fiquei triste de saber que existem pessoas assim, mas ao mesmo tempo com raiva”.
Após cair no golpe a única atitude que a idosa pôde tomar foi chamar a polícia para registrar Boletim de Ocorrência (BO).
ESCLARECIMENTO

A Assessoria de Imprensa da Águas de Limeira enviou um esclarecimento à Gazeta informando que “pessoas que não fazem parte do quadro de colaboradores estão utilizando indevidamente o nome da empresa. Ressaltamos, mais uma vez, que os colaboradores de Águas de Limeira trabalham devidamente uniformizados e apresentam crachás de identificação.
Nenhum colaborador tem autorização para receber pagamento por serviços na casa do cliente. Todo pagamento só pode ser efetuado através da rede bancária, postos autorizados e na própria sede da concessionária que fica na Rua Boa Morte, 725, Centro, Limeira”.
Outra informação da Assessoria é que “os serviços de remanejamento de redes de água ou esgoto são realizados em duas modalidades: através de intervenções de manutenção e ampliação das redes, próprias do contrato de concessão ou pela solicitação do cliente realizada pessoalmente no nosso SAC – Serviço de Atendimento ao Cliente”.
Os clientes foram alertados que em caso de dúvidas ou esclarecimentos, a empresa atende 24 horas por dia pelos telefones 0800 702 02 10 ou 0800 12 82 82. (RR)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 402 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal