Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/11/2010 - PB Agora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Força-tarefa realiza operação e prende quatro pessoas na Paraíba

Força-tarefa realiza operação cara de pau e prende quatro pessoas na Paraíba.

De Patos (PB) – A Força-Tarefa Previdenciária, composta por servidores da Previdência Social, Departamento de Polícia Federal e Ministério Público Federal, deflagrou a Operação Cara de Pau que se iniciou na manhã desta quinta-feira (4), na cidade de Patos e outros municípios do Sertão Paraibano, quando quatro pessoas foram presas, como resultado de flagrantes, e duas conduzidas para prestarem esclarecimentos por envolvimento em fraudes contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Estado da Paraíba.

A Polícia Federal também cumpriu mandado de busca e apreensão na Penitenciária de Segurança Máxima Procurador Romero Nóbrega e o diretor daquela instituição foi afastado imediatamente por decisão judicial proferida pela Justiça Federal.

A operação Cara de Pau levou este nome em razão de o grupo criminoso utilizar o mesmo modus operandi da Operação Cárcere, deflagrada em 2007 na mesma região da Paraíba, resultando em concessão do benefício previdenciário auxílio-reclusão para dependente de pessoas declaradas reclusas, com uso de certidões carcerárias falsas ou com dados adulterados e registros de paternidade retroativos.

A retroação da paternidade e, consequentemente, do benefício, gerava pagamento de valores elevados, alguns deles chegando a 80 mil reais, o que chamou a atenção do Monitoramento Operacional de Benefícios do INSS, levando-o a acionar a Força-Tarefa Previdenciária.

A presteza da ação da Força Tarefa Previdenciária foi determinante para interromper as atividades do grupo criminoso enquanto as irregularidades estavam começando. Segundo avaliação preliminar, cerca de 15 benefícios foram concedidos irregularmente, somando mais de 300 mil reais de prejuízo aos cofres da União.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 129 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal