Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/11/2010 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Consignados atormentam aposentados


Imagine a seguinte situação: você faz um empréstimo no valor de R$ 1000 e quando se dá conta, o valor descontado vem em dobro. É isso que está acontecendo com muitos aposentados paraenses. “Eles estão sendo vítimas de fraudes ligadas a empréstimos consignados, aqueles que já vêm descontado em folha”, é o que garante a advogada de conciliação do Procon/PA, Maria Isabel Gomes.

Segundo ela, somente ontem, três casos de fraudes desse tipo chegaram ao órgão, e toda semana, o cenário se repete. “Os idosos vêm aqui e dizem que parcelas de créditos que eles não fizeram aparecem descontadas, diminuindo o valor da aposentadoria”, conta.

A advogada explica que muitos correspondentes bancários para empréstimos em Belém oferecem diversas facilidades e ofertas tentadoras para aposentados e pensionistas, mas, na hora em que o contrato é fechado, o idoso é passado para trás. “Essas empresas pedem todos os documentos dos velhinhos, fazem o empréstimo, mas, na hora de cobrar, cobram o valor em dobro e não passam uma cópia do contrato para o aposentado, que acaba caindo em uma armadilha”, ressalta.

Dados do Procon revelam que no Brasil, somente no ano passado, mais de quatro mil aposentados reclamaram de empréstimos que disseram não ter feito. No Pará, nenhuma empresa de empréstimo consignado foi punida por esse tipo de crime. O Procon orienta que as pessoas que forem vítimas desse tipo de golpe procurarem o órgão ou a Defensoria Pública o mais rápido possível.

FACILIDADES

As facilidades oferecidas pelos bancos “encheram” os olhos da aposentada Lucimar Guimarães, 72 anos. Ela fez dois empréstimos em bancos diferentes. Quando percebeu, já não tinha dinheiro nem para comprar seus remédios. “Acabei me empolgando porque as pessoas ligavam para minha casa, oferecendo milhares de ofertas. Só depois que percebi que estava me endividando cada vez mais”, conta.

CUIDADOS

- Dê preferência para bancos confiáveis;

- Não assine nenhum tipo de documento em branco para ninguém, ainda que se trate de familiares;

- Não forneça dado cadastral, CPF, endereço ou telefone, número de conta bancária ou documento de identidade por telefone para ninguém;

- Se fechar um contrato, peça cópia do documento.

ORIENTAÇÕES

- Sempre que for fazer um empréstimo, fique atento às taxas de juros e calcule quanto vai ficar a renda mensal no final do mês;

- Só faça empréstimo se for para algo urgente;

- Não faça mais de um empréstimo.

Orientação é emprestar, só se for necessário

O professor de economia José Pires orienta a ter muita cautela e dar preferência para bancos confiáveis. “As taxas de juros geralmente são as mesmas, e o banco é a melhor opção”.

Pires diz ainda que o idoso só deve fazer o empréstimo, se estiver precisando para uma questão de saúde ou alguma necessidade urgente. “Não aconselhamos que o idoso faça empréstimo para comprar equipamentos e bens de consumo”. O economista alerta também que, antes de fechar o contrato, o aposentado ou pensionista deve ficar atento com o valor da taxa de juros.

O presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas do Pará, Emídio Rebelo, diz que é comum receber reclamações de idosos que estão “enrolados” com dívidas, devido ao empréstimo consignado. “Não temos dados específicos, mas sabemos que essa situação acontece com frequência no Pará”. Emídio ressalta ainda que muitos idosos são pressionados por familiares a contraírem empréstimos que comprometem a renda.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 199 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal