Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/11/2010 - Diário de Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Funcionário desviou mais de cem mil euros

Depois de descoberta a fraude, funcionário da secretaria fugiu do País e foi localizado em Inglaterra de onde será extraditado.

Um funcionário da Câmara de Viseu é suspeito de ter desviado mais de cem mil euros dos cofres da autarquia através da falsificação de documentos e guias de receita provenientes da emissão de licenças. Há ainda casos em que usurpando funções emitiu, e cobrou, licenças para as quais não estava habilitado. Mal o desvio foi descoberto, após queixa de uma empresa, o funcionário abandonou o País. A câmara, que apresentou uma queixa, está a escrutinar todas as guias de receita e já assumiu que o desvio pode ser "bem maior" que o anunciado.

Durante anos, "Luís Neves fal-sificou documentos e guias de receita que lhe foram permitindo arrecadar dezenas de milhares de euros", contou ao DN um responsável da autarquia viseense.

O funcionário "estava colocado no atendimento ao público da secretaria geral da autarquia e emitia todo o tipo de licenças pelas quais cobrava os valores devidos que depois não entravam nos cofres da autarquia", adiantou o responsável ao DN.

"Nuns casos emitia a licença e assinalava que a receita não fora cobrada e desviava os valores." Noutros casos, "as guias de receita eram falsificadas com montantes superiores ao que devia ser cobrado e desviado o excedente." Há ainda casos em que "foram emitidas licenças e cobradas taxas, para as quais não estava habilitado, com recurso a falsificação de documentos". Sobre o funcionário recaem ainda suspeitas de que tenha "recebido luvas para acelerar licenças de construção".

A actuação do funcionário foi detectada depois de um empreiteiro ter solicitado a emissão de uma licença de construção que "veio a constatar-se ser falsa" e denunciou o caso.

A autarquia decidiu então "realizar uma auditoria interna que veio a confirmar haver outros casos semelhantes". Quando a auditoria teve início o funcionário abandonou o serviço. Segundo fonte policial, o funcionário em questão "foi localizado na Inglaterra e depois de concluída a investigação será emitido um pedido de extradição".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 191 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal