Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/10/2010 - Portal Correio Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Crimes virtuais dão mais prejuízo do que crimes físicos


Pela primeira vez os crimes virtuais, aqueles cometidos pela internet, renderam mais aos bandidos do que os roubos à mão armada. Qualquer pessoa que acessa o computador pode virar uma vítima dos golpistas.

"É uma guerra", alerta o diretor de uma das maiores empresas de segurança da internet no mundo. “Pela primeira vez em 2010 os crimes virtuais resultaram em maior prejuízo do que os crimes físicos. Por dados dos computadores se fez mais dinheiro para os bandidos do que o roubo as estoques os aos bens físicos de empresas e pessoas”, explica Eduardo Garcia D'antona, especialista em Segurança na Internet.

Qualquer pessoa está vulnerável na internet. E não precisa estar num site de compras, basta acessar uma página com promoção, sorteio e seus dados podem ser roubados.

Em sete anos foram descobertos 45 milhões de vírus. “As redes zumbis são computadores que têm um vírus instalado e que agem sem saber que estão agindo”, diz o especialista.

Então a dica principal: Nunca clique numa página se tiver dúvidas sobre a origem dela.

“Os spams são e-mails que a gente não conhece, convidando você a ver fotos de pessoas”, alerta Eduardo.

Para evitar que os vírus entrem na sua máquina:

- sempre atualize o computador
- jamais digite a senha do cartão.
- procure trocar as senhas pelo menos uma vez ao ano

"Algumas amigas já caíram nesta roubada, eles pegam os dados e fazem até compras”, declara Débora Soares Moura, desempregada.

“Você tem que tratar o seu computador como se fosse a sua carteira, os seus documentos estão na sua carteira e você não deixa ela à mostra, os seus dados estão dentro do seu computador e você não deve deixá-los à mostra também”, orienta o especialista.

Com sempre, precaução e cuidados básicos são as melhores maneiras para se manter protegido na internet. Veja outras sugestões do especialista Eduardo D'Antona:

- Não abra e-mails ou mensagens de estranhos recebidas em qualquer rede social.

- Não clique nos links incluídos nos e-mails, mesmo que venham de fontes seguras. É melhor digitar novamente o endereço diretamente no navegador. Essa regra se aplica também para mensagens recebidas pelo Facebook, Twitter ou outras redes sociais.

- Se você clicar nos links, preste atenção na página que irá abrir. Se algo lhe parecer estranho, feche o seu navegador.

- Não abra arquivos anexados se vierem de fontas desconhecidas. Na verdade, tome cuidado com qualquer arquivo que você receba.

- Se a página parece legítima, mas pede para você baixar algum arquivo, duvide e não aceite.

- Se após a instalação de algum arquivo baixado pela internet, você começar a receber mensagens estranhas no seu computador, provavelmente foi infectado por uma espécie de vírus.

- Somente compre pela internet em sites que tenham uma reputação sólida e ofereçam transações seguras. Para verificar se uma página é segura, observe o certificado em forma de um pequeno cadeado amarelo ao lado do endereço ou no canto inferior da tela.

- Não use computadores públicos ou de uso compartilhado, como de lan houses, para realizar transações financeiras ou operações que necessitem a colocação de senhas ou outras informações pessoais.

- Tenha um programa de segurança eficiente instalado em seu computador, que seja tanto capaz de detectar vírus como outras ameaças virtuais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 141 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal