Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/10/2010 - Jornal A Cidade Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Comerciantes são vítimas em golpes de falso vendedor de carros

Ele dá o endereço de estabelecimentos de Ribeirão e Altinópolis para clientes buscarem os veículos; 20 clientes já teriam caído na farsa.

Um comerciante de Ribeirão Preto e outro de Altinópolis são vítimas em um golpe aplicado pela internet, em que um falso vendedor de veículos dá o endereço da loja deles para os clientes buscarem os carros supostamente adquiridos.

Segundo a Polícia Civil, o cliente somente percebe a farsa ao chegar aos endereços e descobrir que nos locais funcionam lojas que não comercializam carros.

O comerciante Lafaete José Ferraz, que é dono de uma loja de materiais elétricos na Vila Tibério, em Ribeirão, disse que já recebeu pelo menos 20 pessoas dos Estados de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e da capital paulista.

"Em um dos casos, a pessoa quis quebrar a minha loja. Estou correndo risco aqui", afirmou o comerciante.

Ele recebeu nesta terça-feira a visita de um homem de Minas Gerais, que chegou até o endereço da sua loja para retirar um caminhão, por qual havia pagado R$ 46 mil.

Ferraz registrou Boletim de Ocorrência no dia 18 de outubro, mas disse que recebe clientes do falso vendedor desde agosto.

O delegado do 3º Distrito Policial de Ribeirão, Gino Santana, afirmou que o golpista abriu contas bancárias em cidades no interior da Bahia para poder receber o dinheiro depositado pelos clientes.

"As pessoas que caíram no golpe acharam que levariam vantagem porque o preço oferecido é bem menor que o de mercado", disse o delegado.

Os anúncios aparecem em sites que mostram a foto dos veículos e trazem um telefone para contato. O código de área é o 16, o mesmo de Ribeirão. No entanto, a reportagem tentou contato no fim da tarde desta terça, mas ninguém atendeu.

O delegado disse que os casos serão investigados por uma delegacia de São Paulo, especializada em crimes pela internet.

Santana alerta que o consumidor deve certificar-se que a loja existe antes de efetuar qualquer compra pela internet.

"Sempre desconfie de preços muito abaixo do mercado", disse.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 191 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal