Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/10/2010 - Olhar Direto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Comissão do concurso se defende de comentários acerca de fraudes

Por: Dayane Pozzer


A Comissão Organizadora do Concurso da Câmara Municipal de Rondonópolis, realizado em setembro, apresentou na tarde dessa sexta-feira (22), durante coletiva à imprensa, esclarecimentos sobre o andamento do processo e se defendeu dos comentários que correm pela cidade sobre fraudes na realização do concurso, que também foram levantados pelos próprios vereadores na última sessão legislativa desta quarta-feira (20).

O presidente da Comissão Provisória Fiscalizadora do Concurso Público, Jaime Cícero Amador, afirmou que todos os trâmites legais foram cumpridos para a realização do concurso e que durante a aplicação das provas não houve qualquer tipo de problema ou alguma forma de facilitação aos inscritos. Ao todo, 2.399 pessoas concorreram as 16 vagas oferecidas.

Perguntado sobre os questionamentos dos vereadores Mohamed Zaher (PR) e Lourisvaldo Manoel de Oliveira (PMDB), que não concordam com a participação no concurso de funcionários da Casa de Leis com cargos de confiança, o presidente respondeu que todo o trabalho foi feito com respaldo e seriedade e que só abrirá um processo de investigação, caso houver denúncia formal.

“Não houve nenhum denúncia até agora. O concurso foi feito da melhor forma possível, com respaldo e seriedade. Não há como fazer uma investigação a partir de boatos, de comentários”, frisou. Jaime ainda reforçou que qualquer pessoa que se sentir prejudicada pode procurar os meios legais, desde que tenha provas e não apenas com especulações.

Apesar de todos os fatos levantados, as etapas do concurso público continuam em andamento. O presidente informou que na próxima semana será divulgado o local e a data da prova prática, que será aplicada para aprovados na primeira fase das vagas de auxiliar administrativo, agente administrativo e motorista.

Jaime repassou também que apenas duas pessoas entraram com pedido de recursos. Um dos casos requereu explicações quantos aos critérios utilizados para a correção da prova.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 170 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal