Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/10/2010 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Despachante é acusado de fraudes na Sefin


Depois da prisão de cinco servidores da Secretaria Municipal de Finanças no ano passado, todos acusados de cometer inúmeras fraudes, também foi preso acusado de crimes como fraude processual e falsificação de documento público na tarde de ontem, o despachante Marcos Vinícius Pereira da Silva.

Marcos oferecia a contribuintes em débito com a prefeitura municipal a extinção ou a suspensão dos processos de execução fiscal, a maioria IPTU atrasado, em troca de uma determinada quantia em dinheiro.

A ação se dava através da falsificação de documentos como certidões negativas da Sefin e petições. Até a assinatura dos procuradores jurídicos municipais eram falsificadas. “Nós só conseguimos descobrir a ação desse homem, graças a um dos nossos procuradores que se deparou com um processo pedindo a suspensão do pagamento de um contribuinte. O documento estava com a assinatura dele, mas ele não assinou nada. A partir daí procuramos a Dioe e os policiais, através de uma investigação rigorosa, chegaram até os contribuintes que participaram do esquema criminoso, aí eles acabaram contando quem era o falsificador”, afirmou o secretário de Finanças Walber Ferreira.

Na delegacia, Marcos preferiu não falar com a imprensa e cobriu o rosto para não ser identificado. Mas em depoimento à delegada Virgínia Nascimento, que esteve à frente das investigações, o acusado confessou o crime e teria afirmado que a delegada ainda iria encontrar muitas fraudes, já que foram inúmeras pessoas que o procuraram. Até agora sete inquéritos foram instaurados contra Marcos, em seis deles o acusado teve a prisão preventiva decretada.

Segundo a delegada Virgínia Nascimento, as investigações devem prosseguir, já que Marcos não estava sozinho em suas ações.

De acordo com o que já foi apurado, em alguns casos, os documentos usados na fraude eram verdadeiros, já em outros eram feitas falsificações grosseiras, o que também facilitou o trabalho da polícia. “Nós acreditamos que esses documentos tenham sido roubados de dentro da secretaria. Desde o ano passado nós passamos a usar um sistema de emissão de certidões on-line. Além disso já tomamos todas as providências necessárias para impedir que esse tipo de fraude volte a acontecer. As pessoas que participaram disso só vão ter prejuízo porque além de pagar a esse fraudador, agora vão ter que pagar para o município e quitar seus impostos.”, sentenciou o secretário de Finanças.

Até agora a polícia acredita que o fraudador recebeu mais de R$ 50 mil dos contribuintes. Há casos em que o acusado chegou a receber até R$ 18 mil de apenas uma pessoa. Muitas vezes os valores superavam até o débito com o município, um exemplo disso é o caso de um dos contribuintes que devia R$ 10 mil e pagou R$ 18 mil ao acusado. Um prejuízo que vem em dobro porque segundo a delegada, todos que procuraram o “serviço” oferecido por Marcos devem ser indiciados pelos mesmos crimes. Até agora sete contribuintes foram identificados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 153 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal