Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/10/2010 - novohamburgo.org Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude por e-mail envolve Universidade Feevale

Mensagem circulou na última terça-feira, com o objetivo de disseminar códigos maliciosos. Instituição forneceu lista com dicas para identificação de fraudes.

Circulou um e-mail em nome de “service.upgrade”, com uso falso do domínio da Universidade Feevale, solicitando confirmação de conta e senha, entre outros dados, na última terça-feira, dia 12.

Trata-se de uma tentativa de disseminação de códigos maliciosos, cujos objetivos dos fraudadores vão desde roubo de senha de acesso a bancos até dados pessoais. A universidade reforçou que possui mecanismos de controle de conta de e-mail e não utiliza esses meios para atualização de dados.

Em comunicado aos acadêmicos e comunidade em geral, a Feevale reforçou dicas para identificar fraudes. Confira a listagem:

- Leia atentamente a mensagem; normalmente, ela conterá diversos erros gramaticais e de ortografia.
- Os fraudadores utilizam técnicas para ofuscar o real link para o arquivo malicioso, apresentando o que parece ser um link relacionado à instituição mencionada na mensagem. Ao passar o cursor do mouse sobre o link, será possível ver o real endereço do arquivo malicioso na barra de status do programa leitor de e-mails, ou browser, caso esteja atualizado e não possua vulnerabilidades. Normalmente, este link será diferente do apresentado na mensagem.
- Qualquer extensão pode ser utilizada nos nomes dos arquivos maliciosos, mas fique particularmente atento aos arquivos com extensões “.exe”, “.zip” e “.scr”, pois estas são as mais utilizadas. Outras extensões freqüentemente utilizadas por fraudadores são “.com”, “.rar” e “.dll”;
- Fique atento às mensagens que solicitam a instalação/execução de qualquer tipo de arquivo/programa.
- Acesse a página da instituição que supostamente enviou a mensagem, e procure por informações relacionadas com a mensagem que você recebeu. Em muitos casos, você vai observar que não é política da instituição enviar e-mails para usuários da Internet, de forma indiscriminada, principalmente contendo arquivos anexados.
- No caso de mensagem recebida por e-mail, o remetente nunca deve ser utilizado como parâmetro para atestar a veracidade de uma mensagem, pois pode ser facilmente forjado pelos fraudadores.
- Se você ainda tiver alguma dúvida e acreditar que a mensagem pode ser verdadeira, entre em contato com a instituição para certificar-se sobre o caso, antes de enviar qualquer dado, principalmente informações sensíveis, como senhas e números de cartões de crédito

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 151 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal