Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

13/10/2010 - Alagoas 24 horas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

IBOPE sob suspeita de fraude em pesquisa


Os funcionários da empresa que vieram ao Acre realizar a pesquisa de intenções de votos para o Ibope foram flagrados pelo pesquisador Marco Antônio em uma verdadeira orgia dentro do Hotel Tropical, próximo da Rodoviária de Rio Branco, considerada zona de meretriz da capital. Em depoimento exclusivo ao ac24horas, Antônio conta que viu questionários misturados a latas de cervejas e camisinhas espalhadas em cima da cama.

- Eu cheguei ao quarto do hotel e presenciei uma verdadeira orgia. Esse senhor que me contratou e se chamava Mateus, estava na companhia de outro cidadão e mais uma prostituta. Um somente de cueca e o outro de bermuda aberta. Os questionários estavam espalhados por toda parte, misturados com latas de cerveja e tudo que você imaginar – disse o pesquisador.

A suspeita de fraude já havia sido registrada na Policia Federal através do termo de declaração de Sâmio Valério Teixeira da Silva Costa. No dia 01 de outubro deste ano, o pesquisador procurou o delegado Maurício Moscardi Grillo para denunciar que havia sido solicitado por Mateus, que ele preenchesse de próprio punho, sete questionários do Ibope como se tivesse realizado.

- Ele me ligou perguntando se eu já tinha terminado os meus 21 formulários. Disse que não, ai ele [Mateus] me pediu para enviar ao Ibope pelo menos sete formulários como se tivesse feito – denunciou Sâmio.

O termo de declaração foi enviado pela Policia Federal para o Tribunal Regional Eleitoral. A coligação Liberdade Produzir para Empregar protocolou uma representação. Segundo o secretário-geral, Frank Lima, “desde a divulgação da primeira pesquisa Ibope o partido já suspeitava dos números apresentados pelo Instituto que não correspondiam aos de consumos internos de pesquisas realizadas pela Coligação em todo o Estado”.

A Coligação Liberdade e Produzir Para Empregar sustentava naquele momento, que o modelo de pesquisa adotado pelas empresas coagia o eleitor a declarar sua real intenção de voto, em razão da identificação que é feita do entrevistado. Ainda segundo os advogados do PSDB, os questionários utilizados interferiam na participação espontânea do entrevistado, uma vez que identificava dados como nome, endereço, e-mail e local onde mora e trabalha o eleitor, o que poderia inibir sua real manifestação, “uma vez que no Estado do Acre a maioria das pessoas depende economicamente do governo”.

Os juízes auxiliares do TRE-AC, Elcio Sabo Mendes e Raimundo Nonato Maia, apesar das evidencias apresentadas pelos denunciantes, negaram os pedidos de liminares apresentados pela Coligação Liberdade e Produzir Para Empregar contra divulgação de pesquisas eleitorais realizadas pelo IBOPE.

Em sua decisão, o juiz auxiliar Elcio Sabo Mendes afirmou que o argumento da Coligação “consiste em mera possibilidade”, já que no questionário usado para a pesquisa há expressa menção de que “as respostas serão tratadas de forma confidencial”. Para o juiz, “o entrevistado tem a ciência prévia de que seu nome e respostas serão preservados, do contrário, haveria incidência do art. 34 da lei n. 9504/97″, ao acrescentar que a pesquisa atendeu as exigências da legislação eleitoral. O juiz auxiliar Raimundo Nonato teve o mesmo entendimento em relação a pesquisa feita pelo Ibope.

Mesmo diante dos indícios de fraude apresentados no termo de declaração de Samio Valério Teixeira da Silva Costa, os questionários da Pesquisa Ibope não foram investigados. Horas antes das eleições, o Ibope apresentou o candidato ao governo do Acre, Tião Viana, PT, com uma diferença favorável a sua eleição, de exatos 13 pontos percentuais.

O candidato da situação tinha, segundo o Ibope, 52% [governador], Jorge Viana 60% [senador] e Sérgio Petecão 56% [senador].

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 166 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal