Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/10/2010 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Proteção contra crime na Web gera economia

Simpósio debate os crimes de alta tecnologia e as mudanças de comportamento trazidas pelo uso da internet.

Em tempos de internet disseminada, as empresas precisam se proteger de possíveis fraudes em seus sistemas. Segundo o consultor em Segurança da Informação, Leonardo Goldim, vários são os benefícios para as organizações que adotam sistemas eficientes contra os chamados cybercrimes. "Elas ganham comodidade, competitividade maior no mercado, maior confidencialidade de dados, em caso de algum incidente o prejuízo costuma ser bem menor", explica Leonardo, que será um dos palestrantes do X Simpósio de Segurança da Informação (SBSeg 2010), que teve início ontem em Fortaleza e segue até a próxima sexta-feira (15).

O consultor ressalta que, hoje, investir em tecnologia tornou-se algo essencial e acaba saindo mais barato para os empresários. "Qualquer porte de empresa pode e deve adotar esse tipo de medida preventiva. O investimento fica entre R$ 30 mil e R$ 50 mil. Esse valor inclui a aquisição de algum servidor, processo e aparelhamento para adotar medidas de prevenção", informa. O único pré-requisito, explica Leonardo, é que a empresa precisa ter seus processos de negócios bem definidos.

O atual cenário tanto no Brasil como no mundo sobre os crimes de alta tecnologia e as mudanças de comportamento trazidas pelo uso da internet, sobretudo para as organizações, são alguns dos temas que serão debatidos durante o Simpósio, no Ponta Mar Hotel.

Promovido pela Sociedade Brasileira de Computação, com realização das universidades Federal (UFC) e Estadual (Uece) do Ceará, o evento reunirá, professores e especialistas em segurança da informação do país e do exterior. A computação em nuvem (cloud computing), uma das ferramentas que vem ganhando destaque para as organizações, foi o tema do fórum de segurança corporativa, realizado ontem e que discutiu vantagens e desvantagens dessa tecnologia. "O conceito promete revolucionar o modo como as empresas lidam com a TI, ao cortar custos e aumentar a eficiência", destaca Goldim.

Dados da consultoria Gartner revelam que os serviços de computação em nuvem irão movimentar somente este ano US$ 68 bilhões no mundo - um incremento de 16,6% em relação ao montante alcançado em 2009. E as projeções do estudo são de que esse mercado alcançará uma receita de US$ 148,8 bilhões em 2014. Empresas como Google, IBM e Microsoft foram as primeiras a iniciar uma grande ofensiva nessa "nuvem de informação", que especialistas consideram uma nova fronteira da era digital. Aos poucos, essa tecnologia vai deixando de ser utilizada só em laboratórios para ingressar nas empresas e, em breve, nos PCs domésticos.

Receita

68 bilhões de reais é o faturamento estimado para os serviços de computação em nuvem para este ano - alta de 16,6% ante 2009

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 151 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal