Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

14/10/2010 - R7 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Número de casos de estelionato aumenta no Estado

Vítimas se deixam atrair por produtos com preços abaixo do mercado.

Os casos de estelionato no Rio de Janeiro aumentaram muito em relação a 2009. De acordo com o Instituto de Segurança Pública, de janeiro a julho de 2010 foram 13.749 casos, 857 a mais do que havia sido registrado em 2009. Quem cai no golpe, costuma ser atraído por anúncios de produtos vendidos a preços baixo e por empréstimos facilitados.

Uma das vítimas, um homem que pediu para não ser identificado, ficou atraída por um carro anunciado pela internet. Como estava sem tempo de ir a lojas pessoalmente, usou o computador para procurar a melhor oferta e acabou sendo alvo de golpistas. Ao ver um veículo com preço muito abaixo do mercado, entrou em contato por e-mail com um suposto vendedor. Ao receber a planilha com características do carro, achou que o negócio era seguro.

"Negociei com um rapaz que se identificou como Oliveira. Ele falava calmamente, friamente, muito tranquilo, e não percebi nada, não maldei nada".

A negociação durou uma semana e a proposta era irrecusável, com descontom de quase 40%. A vítima chegou a depositar R$8.000, mas ficou sem o carro.

De acordo com o responsável pela Delegacia de Defraudações do Rio, Robson da Costa, as táticas usadas pelos estelionatários dificultam a ação da polícia.

"Em muitos casos, o crime se consuma em outros estados e o nosso papel, na maioria das vezes, é registrar, ouvir a vítima e remeter para outro estado onde, de fato, vai ser investigado".

E a ousadia dos bandidos não tem limites, porque o site onde foi anunciado o carro, permanece no ar.

Outra vítima, uma mulher que também pediu para não ser identificada, buscou um anúncio de empréstimo financeiro para abrir o próprio negócio. Tudo foi muito rápido e para consumar o recebimento dos R$30 mil solicitados, ela precisaria depositar R$605. Dois dias após o depósito, foi feito outro pedido de dinheiro. Ao falar por telefone com os supostos corretores, a vítima recebe a confirmação de que foi vítima de um golpe.

E o delegado Robson da Costa faz um alerta:

"Não existe nada fácil. O preço é de mercado, varia pouca coisa. Se a pessoa notar que tem uma vantagem muito grande, desconfie."

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 248 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal