Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/10/2010 - TopNews Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Aripuanã: PF apreende notas fiscais com indícios de falsificação


Na operação Arco de Fogo e Fazenda Brasil a Policia Federal encontrou notas. As pessoas que foram presas são consideradas pela polícia líderes da extração de madeira que acontece nas reservas indígenas no município. Cerca de 60 policiais federais, equipe da FUNAI e funcionários do IBAMA trabalham na operação, também estão no local para investigar casos de trabalho escravo representantes do Ministério do Trabalho.

Segundo Luciano Guerra Cotta – Chefe da Divisão de Controle e Fiscalização do IBAMA em Juína, a extração, transporte e comércio ilegal de madeiras em terras indígenas envolve um esquema muito grande, inclusive com aliciamento de indígenas que ao mesmo tempo possui um grupo que quer cessar e se organizar e, outra parte em que brancos aliciam infiltrando idéias incoerentes aos indígenas que dificultam a fiscalização. E por isso esta sendo realizado um trabalho de diálogo para mostrar a realidade para os indígenas do que esta ocorrendo.

De acordo com o Luciano, o comércio de madeira começa basicamente com o fornecimento da matéria prima, começando pela madeira em tora oriunda geralmente de manejo florestal, extraindo de manejo floresta é legal foi aprovado, onde a madeira é retirada e emitem-se guias florestais e esses guias tem como remetente o plano de manejo ou uma empresa e que vai com destino a parte. O correto seria a madeira ser retirada do plano de manejo, onde será cortada, emite a guia florestal relata volume, dia espécie da madeira que foi cortada que será transportada e os créditos transferidos para outra empresa e fazem o transporte até a empresa tudo legal.

Informou ainda que ocorre muitas vezes a tirada de madeira de outras áreas que não são autorizadas outras inclusive que não são passiveis de autorização como por exemplo de terras indígenas e para essa madeira entrar no mercado e poder sair legalmente, outras empresas comprarem necessita-se de alguns documentos e na maioria existem guias florestais que são comercializadas, mas apenas como papel que são emitidos alguns planos de manejo ou empresa que são usadas para documentar e esquentar essa madeira que é retirada ilegalmente da terra indígena, então além do crime ambiental tem outros crimes associados como por exemplo crimes fiscais, comércio de crédito virtual.

“E estamos conseguindo obter êxito e vencendo essas barreiras apesar de alguns terem resistência”, conclui chefe da divisão.

As investigações continuam.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 146 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal