Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/10/2010 - IT Web Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Líderes de TI destacam importância do exemplo na construção da ética

Por: Felipe Dreher

120 gestores de tecnologia debateram o tema na manhã de abertura do segundo IT Forum.

As lideranças têm papel fundamental na construção de uma organização ética. "É preciso estimular o lema do "não fazemos qualquer negócio" e, para isso, o exemplo é decisivo, pois as pessoas aprendem através deles", afirma o filósofo Mario Sergio Cortella, que apresentou palestra de abertura da segunda edição do IT Forum +, encontro que reúne cerca de 120 CIOs dentre as 500 e mil maiores empresas do Brasil, na Praia do Forte (BA), na quinta-feira (07/10).

Marcos Gimenes, CIO Sebrae-SP, que participou de um debate após a palestra do filósofo, concorda: "Para gerir pessoas é preciso dar exemplo com posturas honestas. No dia a dia, é impressionante a vivência da ética e decência dos profissionais que se espelham muito no gestor de tecnologia da informação".

Vale lembrar que posturas corretas corroboram com a perenidade das corporações. "Sustentabilidade não é apenas a ecologia. É importante fazer com que lucratividade, rentabilidade, produtividade se alinhem com sustentabilidade", diz Cortella, para enfatizar: "É preciso ser capaz de fazer negócios decentes. Nem toda vitoriosa é honrosa".

Em um setor bastante regulamentado e onde as informações são critícas, como é o caso da vertical de saúde, o tópico vem à tona com mais ênfase. "Não tem outra alternativa além da postura ética", define João Gregório Filho, CIO do Hospital Cristóvão da Gama. O executivo cita que uma forma de fazer isso é através de um plano diretor de tecnologia que contemple primordialmente o direcionamento para onde a organização caminha. Isso mantém o time motivado em função das metas, possibilidade e visibilidade do negócio. "O driver de motivação ética deve estar com vocês, CIOs", comenta, convidando os pares presentes na plateia.

Cortella reforça que ética não se trata de uma coisa ligada apenas a outras pessoas. "Se há políticos corruptos, isso tem também a ver conosco, concordando ou omitindo-se de decisões", estabelece o filósofo, para acrescentar: "O melhor meio de eliminar a corrupção é o empresário parar de corromper pessoas. É uma questão de decisão". As condutas constroem-se a partir de educação, convencimento e pressão. O filósofo cita como exemplo o caso da obrigatoriedade do sinto de segurança que, quando imposta, era atendida para não tomar multa. Hoje, você já cumpre a lei de forma automática.

Outro ponto colocado em debate refere-se as relações dentro dos departamentos empresariais. Considerando que a humanidade desenvolveu-se tendo como base a cooperação, vêem-se muitas corporações invertendo essa lógica propondo disputas internas, algo que pode ser - se não bem medido - prejudicial aos negócios. "O que mais agrega uma equipe é uma causa, que dá união às pessoas", aconselha o autor keynote speaker do segundo IT Forum +, que vai até domingo (10/10).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 254 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal