Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/06/2007 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso estelionatário que deu golpe de R$ 4 mi em investidores


A Polícia do Rio prendeu na madrugada de quinta-feira (7) Wittemberg Magno Ribeiro, de 42 anos, apontado como chefe de uma quadrilha de estelionatários cujos golpes no mercado financeiro chegam a R$ 4 milhões só nos inquéritos abertos. Mas a Delegacia de Repressão às Atividades Criminosas (Draco) informou que esse valor pode ser dez vezes maior por conta do tempo de atuação da quadrilha. A investigação aponta que Ribeiro, cinco irmãos dele e pelo menos outras 16 pessoas já identificadas lesaram empresários e investidores em São Paulo, Rio, Curitiba, Paraná e Rio Grande do Norte.

O bando foi denunciado por um empresário italiano radicado no Rio, que afirma ter sido lesado em R$ 150 mil pelos farsantes. De acordo com um relatório enviado ao Ministério Público, o principal alvo da quadrilha eram investidores atraídos pela possibilidade de pagamento imediato, por meio de aplicações na bolsa de valores, do dobro do lucro que teriam com investimentos a longo prazo.

Os cinco irmãos do acusado seriam "laranjas" de algumas das mais de trinta empresas de fachada que Ribeiro possuía em nome de terceiros e eram usadas para enganar as vítimas abordadas pelos golpistas, que se diziam consultores financeiros. Eles ofereciam aplicações com promessas de lucros imediatos de até 30%.

Natural de Brejinhos, no Rio Grande do Norte, Ribeiro teria comprado recentemente uma rádio em Itaguaí por R$ 1,2 milhão, segundo a polícia. Acusado de estelionato, formação de quadrilha falsidade ideológica e apropriação indébita, o criminoso foi preso em uma churrascaria em São Conrado, bairro da zona sul do Rio.

De acordo com a polícia, Ribeiro usava uma mansão localizada em um condomínio de luxo na Barra da Tijuca, também na zona sul da cidade, para se passar por um bem-sucedido homem de negócios. Porém, costumava dormir em diferentes hotéis da cidade por temer a perseguição policial.

O estelionatário foi preso por policiais da 20ª Delegacia de Vila Isabel (zona norte), uma das quatro da cidade onde o acusado responde a inquéritos. "Sabemos que a quadrilha possui pelo menos 21 integrantes e não vamos demorar para identificar quem ainda não apareceu no inquérito. Os golpistas identificados devem ser presos nos próximos dias", afirmou o delegado-titular Eduardo Freitas, que comanda as investigações.

A Receita Federal informou que Ribeiro tem registrados 12 CPFs e o mesmo número de carteiras de identidade. Todos os integrantes da quadrilha estão com a prisão decretada.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 851 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal