Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/10/2010 - Folha da Região Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Araçatuba volta a ter casos de golpe do dedetizador

Por: Marina Belei


Segundo a polícia, os golpistas agem em dupla e chegam às residências com o pretexto de efetuar serviço de limpeza de caixas d' água.

Um golpe com vários casos registrados pela polícia há oito anos voltou a acontecer na cidade. Trata-se do falso dedetizador. Um autônomo de 45 anos e uma aposentada de 67, que não quiseram se identificar por medo de represálias, foram as mais recentes vítimas do crime caracterizado nos meios policiais como estelionato.

Segundo as vítimas, os golpistas agem em dupla e chegam às residências com o pretexto de efetuar serviço de limpeza de caixas d' água. Autorizado o serviço, com o preço aproximado de R$ 15, o golpista sobe no telhado da casa munido de um balde. Ele retorna em seguida com uma folha, ou um saco plástico, cheio de cupins, dizendo ao morador que o madeiramento está infestado e que uma dedetização seria necessária.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 241 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal