Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/10/2010 - Jornal de Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falsos empregos no Facebook para extorquir dinheiro

Por: Emília Monteiro


A Policia Judiciária está a investigar ofertas de emprego feitas através da rede social Facebook. Um homem, de Freamunde, foi detido depois de se fazer passar por um empresário e tentar extorquir mil euros a uma mulher de Vizela em troca de um trabalho.

Até agora, apenas um suspeito, de 45 anos, residente em Freamunde, foi detido, no dia 8 de Setembro, pela GNR e foi já levado a tribunal tendo sido libertado depois de prestar termo de identidade e residência.

Contudo, na cidade de Braga, a irmã de uma jovem desempregada também apresentou uma queixa na PSP contra um homem, não identificado, que terá tentado extorquir dinheiro à sua familiar. Mas haverá mais casos noutros pontos do país.

“Até agora, foi detido um homem, mas isto não quer dizer que outras pessoas não estejam a ser investigadas”, disse fonte da Polícia Judiciária (PJ). O caso de Vizela terá sido o primeiro, em Portugal, em que a própria vítima apresentou queixa na GNR local. “Os casos de burlas nas redes sociais, normalmente, são denunciados por pessoas próximas das vítimas, mas sempre como último recurso, porque ainda há muita vergonha em reconhecer que alguém nos enganou”, referiu a mesma fonte.

O “caso de Vizela” começou na rede social ‘Facebook’ quando o pretenso empresário enviou um convite de amizade a uma mulher, de 43 anos. O homem disse viver em Freamunde, a apenas 12 quilómetros de Vizela, e prometeu obter um trabalho para a amiga virtual.

A vítima disse depois à GNR que o falso empresário mostrou preocupação com a situação da nova amiga, que estava amplamente explicada no seu espaço do Facebook. Casada e com filhos, “cheia de estar desempregada”, a mulher depressa passou das conversas através da internet para a mensagens telefónicas e a acabou por aceitar um encontro pessoal para falarem sobre o prometido trabalho.

“Depois do primeiro encontro, a senhora recebeu centenas de mensagens para o telemóvel a exigir mil euros”, referiu um elemento da GNR de Vizela que acompanhou o processo. “Ou lhe dava mil euros ou aceitava ter um relacionamento íntimo com o homem”, contou ainda o agente.

De acordo com o depoimento prestado na GNR, a mulher terá contado ao marido a chantagem de que estaria a ser vítima. Juntos foram à agência da Caixa Geral de Depósitos, em Vizela, levantaram mil euros e foram à GNR pedir ajuda. “A senhora marcou um encontro com o suposto empresário para um supermercado onde lhe entregaria o dinheiro e ele apareceu na hora marcada”, salientou a mesma fonte.

Os agentes da GNR vizelense detiveram o suspeito quando ele já tinha recebido o dinheiro e se preparava para abandonar o local. Afinal, o empresário era também ele um desempregado, casado, com dois filhos, a viver em Freamunde.

Presente ao tribunal de Lousada, o homem está em liberdade mas terá que responder por um crime de extorsão. “A senhora queria arranjar trabalho e, por isso, disponibilizou no ‘Facebook’ muita informação pessoal que foi depois usada pelo suspeito”, referiu um elemento da PJ.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 151 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal