Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/09/2010 - Correio de Uberlândia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Desempregado é preso por venda de diploma falso

Por: Gislene Tiago

Ele fazia a abordagem inicial em sites de batepapo e o "escritório" funcionava em uma lan house.

A Polícia Militar (PM) de Uberlândia desmantelou um esquema de venda pela internet de certificado de conclusão do ensino médio, antigo 2° grau, ontem (22) à tarde. O desempregado Eurípedes Barsanulfo Gonçalves, 25 anos, foi preso em flagrante quando entregava um certificado acompanhado de histórico escolar falsificado a um cliente. O documento, que seria o nono confeccionado pelo suspeito, vinha sendo negociado em uma sala de bate-papo por R$ 60.

O nickname (apelido) usado pelo suspeito em salas de batepapo na internet para atrair possíveis compradores era ‘VED.HISTORICO.2GR’. O escritório do desempregado funcionava em uma lan house, que fica no fundo de um empório na rua Doutor Sérgio Oliveira Marquez, no bairro Tocantins, na zona oeste da cidade.

Os militares chegaram ao suspeito por meio de denúncia anônima. De acordo com a denúncia, o rapaz chegava ao local diariamente pontualmente às 14h. Permanecia na lan house negociando certificados de conclusão do ensino médio e fornecia um celular de contato. Depois, marcava um encontro pessoal com o cliente no qual obtinha os dados pessoais da pessoa interessada para confeccionar o documento falso que vinha acompanhado de um histórico escolar.

Com o suspeito foram apreendidos um certificado de conclusão do ensino médio e um histórico escolar, ambos falsificados, de uma instituição de ensino pública com unidade em Uberaba, a 100 quilômetros de Uberlândia. O jovem suspeito de ter comprado o documento falso não foi preso, mas deve ser chamado para depor no inquérito instaurado pela Polícia Civil (PC) para apurar o crime.

Também foi apreendido o histórico de uma conversa entre o desempregado e uma pessoa interessada em comprar o documento falso. No batepapo online, o desempregado afirma já ter vendido oito certificados falsos para “umas moças” e que não havia dado problemas para elas quando foram feitas consultas junto à instituição. Na conversa, o suspeito disse que restavam apenas “mais dois papeis” e que não poderia “segurar” porque sempre há pessoas interessadas.

No depoimento prestado na 16ª Delegacia Regional de Polícia Civil (16ª DRPC), o suspeito negou veementemente ter praticado o crime anteriormente. Eurípedes Gonçalves foi autuado por falsificação de documento público e já foi encaminhado para o Presídio Professor Jacy de Assis.

A Polícia Civil (PC) já abriu inquérito para apurar o crime, mas ainda não sabe informar há quanto tempo a fraude vinha sendo praticada e como o suspeito teve acesso aos diplomas da instituição para a falsificação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 275 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal