Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/09/2010 - Jornal Agora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Acusados de aplicar golpes no Estado são presos em Rio Grande

Por: Patrick Chivanski


Na tarde de hoje, três homens acusados de aplicar golpes de estelionato foram presos em flagrante pela Polícia Civil em Rio Grande. A prisão dos acusados foi o resultado de uma operação desenvolvida entre a equipe de investigações da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Pelotas e os agentes da 1ª Delegacia de Polícia de Rio Grande. A ação foi coordenada pelo delegado Marco Antônio Duarte de Souza, titular da Defrec de Pelotas.

Foram presos em flagrante C.R.F.P, vulgo Pipoca e S.E.V., identificados como os responsáveis pelo golpe, e N.R.C., acusado de ser o "laranja" dos golpistas.

Segundo o delegado Marco, há vários meses a equipe de investigações da Defrec de Pelotas estava investigando uma quadrilha acusada de aplicar vários golpes no Rio Grande do Sul, mas nos últimos dias os agentes apuraram que através de outra pessoa, os estelionatários iriam aplicar um golpe em Rio Grande, adquirindo bens através de financiamentos.

A fim de prenderem em flagrante os acusados, e com base nas investigações, foi feito um contato com a equipe de investigações da 1ª DP de Rio Grande. Enquanto os agentes de Pelotas monitoravam os golpistas e aguardavam a confirmação da data que o golpe seria aplicado, os investigadores do Rio Grande, sob o comando da delegada Lígia Furlanetto, apuraram em que loja o crime seria cometido.

Com a confirmação de que o golpe seria aplicado na tarde desta quinta-feira, 23, os investigadores da Defrec de Pelotas e da 1ª DP do Rio Grande, montaram uma operação para prenderem os acusados em flagrante. Por volta das 16h, os agentes se posicionaram nas imediações da revenda de motos localizada na avenida Presidente Vargas. Mas quando os golpistas estavam assinando o contrato para a aquisição de duas motos, cada uma avaliada em cerca de R$ 37 mil, eles receberam voz de prisão em flagrante.

O delegado Marco informou que os golpistas usavam como “laranja” pessoas humildes de baixa renda. "Eles adquirem os bens utilizando o CPF dos laranjas, forjando comprovantes de renda para os mesmo. Neste caso, o laranja iria receber aproximadamente R$ 500 por cada moto", salientou o delegado.

Em poder dos acusados, os agentes encontraram várias semijoias expostas em mostruários e dois automóveis, um GM/Prisma, vermelho, placas IQH 6584 e um Fiat/Pálio, vinho, placas IGH 4112, de Capão do Leão.

Após a conclusão do flagrante, os presos foram recolhidos à Penitenciária Estadual do Rio Grande (Perg), ficando à disposição da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 166 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal