Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/09/2010 - R7 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Pesquisa mostra que 85% dos brasileiros são a favor da Lei da Ficha Limpa

Por: Gustavo Gantois

73% dos brasileiros dizem acreditar que a política só beneficia o político.

Se entre os juristas ainda há dúvidas sobre a validade da Lei da Ficha Limpa para as eleições de 2010, para a população a percepção é bem diferente. Uma pesquisa feita pelo Ibope a pedido da AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), divulgada nesta terça-feira (21), revela que 85% dos brasileiros são a favor da lei.

Levando em consideração que 9% dos entrevistados não conhecem a lei, o percentual de aprovação da Ficha Limpa cresce para 91%. Apenas 3% disseram ser contra.

O levantamento também traçou um perfil das práticas políticas no Brasil. Dos 2.002 entrevistados, 73% afirmam acreditar que a política só beneficia o político. Essa percepção decorre de dois outros dados extraídos da pesquisa: 43% dos brasileiros conhecem casos de políticos que compram ou já compraram votos e outros 41% conhecem alguém que já votou em troca de algum benefício.

O dado mais preocupante mostra que 13% dos eleitores admitiram que votariam em um candidato que oferecesse algum benefício. Esse percentual é ainda maior no Nordeste. Para 21% dos entrevistados nordestinos a prática é vista como normal. Esse índice cai para 13% no Norte e Centro Oeste, 10% no Sudeste e 8% na região Sul.

Para o presidente da AMB, Mozart Valadares Pires, isso revela que os eleitores precisam de mais esclarecimentos sobre as consequências da venda de voto.

- Cabe às entidades e à Justiça Eleitoral chamar e conscientizar esse eleitor para que não venda seu voto. Com isso, ele perde o direito a reivindicar a aplicação de dinheiro em saúde, moradia e projetos que vão beneficiá-los.

Ainda que o discurso seja de conscientização, o Ibope verificou que apenas 41% dos entrevistados denunciariam alguma tentativa de compra de votos. Desse total, 43% afirmam acreditar que a Justiça Eleitoral seria o lugar ideal para formalizar a denúncia, enquanto 24% preferiram a política e 6%, a imprensa.

A resposta vem na esteira de outra percepção dos eleitores. Para 91% deles, a participação de entidades de juízes em campanhas contra a corrupção eleitoral é importante.

O voto

Pelo menos no discurso, 53% dos eleitores brasileiros preferem escolher seus candidatos com base nas propostas de trabalho. O curioso é que 21% dos entrevistados afirmaram que definem seu voto com base nos benefícios que o bairro ou sua família podem ter com eleição de um determinado candidato. Enquanto isso, apenas 18% disseram definir o voto diante da experiência que o candidato já tem.

A pesquisa foi feita entre os dias 18 e 21 de agosto e foram entrevistadas 2.002 eleitores com idade a partir de 16 anos. A maior parte deles está em municípios com mais de 100 mil habitante no interior no país e pertence à classe C.

Decisão do STF

Questionado sobre qual seria a reação da população diante de uma possível derrota da Ficha Limpa no julgamento do candidato ao governo do Distrito Federal Joaquim Roriz, marcado para quarta-feira (22), o presidente da AMB afirmou que “ninguém aqui teria outro sentimento que não a frustração”.

- A lei foi amplamente discutida. Passou pela Câmara, pelo Senado, pelo Executivo, teve o parecer favorável do advogado-geral da União e, no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), teve apenas um voto contrário. Será uma frustração nacional se essa lei desaparecer diante de uma decisão judicial, que ela seja considerada inconstitucional.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 116 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal