Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/09/2010 - Diário de Pernambuco Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falsificadores são presos na Zona Sul

Por: Raphael Guerra

Depois de "fabricar" identidades, bando solicitava cartões de crédito e fazia compras em lojas de Boa Viagem.

Uma quadrilha apontada pela polícia como especializada em falsificação de documentos públicos e estelionato foi presa em flagrante por agentes da Delegacia de Boa Viagem.

O grupo, formado por pelo menos quatro homens, é suspeito de usar as identidades para adquirir cartões de crédito e, depois, fazer compras que nunca seriam pagas em lojas, restaurantes e supermercados do bairro. Eles foram capturados na última terça-feira, no momento em que dois deles tentavam fazer compras em um supermercado. A polícia acredita que eles tenham causado prejuízos de R$ 200 mil às empresas de cartões de crédito. O delegado João Gustavo Godoy ainda investiga se a quadrilha contava com o apoio de outras pessoas e se está envolvida em outros crimes.

Segundo o delegado, o líder do grupo é Josino de Souza Mol, de 28 anos, foragido da polícia de São Paulo, onde há dois mandados de prisão devido à prática dos mesmos delitos realizados em Pernambuco. Os outros envolvidos são Emanuel Danilo Dornelas de Lira Silva, 24, o chaveiro AmauriGuedes da Silva, 46, e o segurança Gilson Alves de Oliveira, 39, que, não possuem antecedentes criminais.

O delegado disse que há suspeitas de que o grupo agia há cerca de um ano no estado. O esquema que eles usavam era muito simples: no computador havia uma folha semelhante à da cédula de identidade. Eles só faziam acrescentar os dados pessoais. "Após imprimir os documentos falsos, eles pleiteavam os cartões de crédito, usando nomes de outras pessoas. Com isso, a gente observa a fragilidade na confecção e segurança dos documentos públicos", afirmou João Gustavo Godoy.

A prisão foi realizada após um funcionário do Hiper Bompreço, de Boa Viagem, desconfiar de uma possível fraude no documento apresentado e entrar em contato com a polícia. "Outros dois homens foram presos no Edifício Holiday, onde os quatro moravam. Somente o líder, Josino, confessou o crime. Os outros negaram participação efetiva no esquema", disse o delegado. Com o grupo ainda foram apreendidas quatro identidades falsas.

Denúncia - Os presosvão responder pelos crimes de estelionato, formação de quadrilha e falsificação de documentos públicos. Após prestar depoimento, os quatro integrantes foram encaminhados ao Centro de Observação Criminológica e Triagem (Cotel), em Abreu e Lima. O delegado João Gustavo ainda fez um apelo para que representantes das empresas prejudicadas e comerciantes lesados prestem queixa na delegacia. "É necessário que as vítimas, neste caso as empresas operadores dos cartões de crédito e os comerciantes, oficializem a denúncia para que tenhamos mais provas contra o grupo. Também queremos saber o valor total do prejuízo que eles causaram. Acreditamos que pode ultrapassar os R$ 200 mil", concluiu João Gustavo Godoy.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 617 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal