Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/09/2010 - Portal Amazônia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presa acusada de estelionato que aplicava golpe da casa própria


MANAUS – Acusada por crime de estelionato, Rosilene de Sousa Sena, 36, foi presa na tarde desta segunda-feira (20), na casa onde ela morava no Conjunto Beija Flor, zona Centro-Sul de Manaus. De acordo com a investigação, ela aplicava o golpe de venda de casas da Superintendência de Habitação (Suhab) e apartamentos financiados pelo programa Minha casa, Minha Vida, da Caixa Econômica Federal, há oito meses.

Rosilene de Sousa começou a ser investigada após denúncia de uma das vítimas, moradora do bairro Parque Dez de Novembro, Zona Centro-Sul, que registrou ocorrência no 12º Distrito Integrado Policial (DIP). A vítima denunciou que teria caído em um golpe de venda de imóvel.

Após denúncia, a equipe de investigação do 12º. DIP orientou a vítima a marcar um encontro com Rosilene de Sousa, para efetuar o restante do pagamento referente à entrada de financiamento do apartamento que teria comprado da acusada. No local do encontro, a vítima pagou R$ 2.000 à estelionatária, que foi presa em flagrante.

De acordo com delegada Graça Silva, Rosilene declarou que já foi presa em 2007 por estelionato e foi solta após um mês de prisão.

Golpe

Os imóveis eram vendidos com uma entrada baixa e a promessa de um financiamento fácil, sem burocracia. No ato do fechamento do negócio, os compradores efetuavam o pagamento de R$ 1.000 se optassem por comprar apartamento ou R$ 600, no caso de casa.

Na casa da acusada, foram apreendidas várias cópias de documentos pessoais de possíveis vítimas do golpe.

Em depoimento, Rosilene de Sousa declarou que trabalhava em parceria com um funcionário da Caixa Econômica Federal (CEF), agência da Rua Barroso, Centro, identificado como Paulo. Mas, segundo informações da delegada do 12º. DIP, foi comprovado que o parceiro da acusada é funcionário de uma construtora, que mantém uma equipe de vendas nas dependências da agência bancária da CEF localizada próximo ao Teatro Amazonas.

O suposto parceiro da estelionatária será notificado para comparecer à delegacia do 12º. DIP, para prestar esclarecimentos sobre o envolvimento no caso. Rosilene de Sousa será autuada em flagrante por falsificação de documentos e estelionato. Ela seguirá ainda nesta terça-feira (21), para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, Centro de Manaus.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 218 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal