Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/09/2010 - Jornal de Negócios Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cibercrime movimenta mais dinheiro que o tráfico de droga

Por: Carla Pedro

Norton diz que 65% dos utilizadores de Internet já foram vítimas de cibercrime.

A Norton, empresa de software de segurança na Internet, revelou que o cibercrime movimenta mais dinheiro em todo o mundo do que o narcotráfico, ainda que seja impossível estimar um montante.

Num estudo realizado pela Norton, onde a empresa divulgou alguns dados sobre delitos na Internet , esta diz que 65% dos utilizadores mundiais de Internet que responderam ao seu inquérito já foram vítimas de cibercrime, como vírus informáticos, fraudes com cartões de crédito, assédio sexual ou apropriação indevida de identidade, refere o “El Referente”.

No ano passado, a percentagem de vítimas era de 60%, o que significa que os delitos na “net” estão a aumentar, sublinhou a Norton no dia em que lançou também a sua nova versão anti-vírus.

Salvador Tapia, director-geral da Norton em Espanha e Portugal, apresentou esta manhã o estudo na página “web” da empresa. “Os principais delitos dão-se por motivos económicos”, comentou. O problema, segundo Tapia, é que muitos desses delitos não são denunciados.

O mesmo responsável salientou que os delitos vão muito além do PC, tendo referido os dispositivos móveis que nos últimos anos propiciaram um aumento considerável do acesso à Internet. “Um telemóvel não serve só para falar”, acrescentou, citado pelo “El Referente”.

Tapia afirmou que não lembra a ninguém deixar a porta de casa aberta ou as chaves do carro na ignição, pelo que, para se evitar ser vítima de delitos na Internet, é fundamentar tomar certas precauções.

A título de exemplo, nunca se deve dar a outra pessoa as nossas “passwords”, não se deve fornecer informação pessoal desnecessária, não se devem abrir anexos de emails enviados por desconhecidos, deve-se desconfiar de ofertas “demasiado boas para serem verdade”, deve manter-se a informação financeira pessoal segura, deve usar-se um cartão de crédito com um baixo limite de crédito, devem realizar-se periodicamente cópias de segurança e utilizar endereços de email diferentes para contas diferentes. E, claro está, ter o PC bem protegido contra intrusões externas e maliciosas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 212 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal