Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/09/2010 - pe360graus Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem é preso por suspeita de estelionato no Pina

Cledoberto Brederodes Chaves, 51 anos, foi preso na tarde da última quinta-feira (16), em uma agência da Caixa Econômica Federal.

Cledoberto Brederodes Chaves, 51 anos, foi preso na tarde da última quinta-feira (16), na agência da Caixa Econômica Federal localizada na avenida Herculano Bandeira, no Pina, Zona Sul do Recife. A Polícia Federal recebeu informações sobre uma possível fraude no recebimento de empréstimos consignados em contracheques de servidores federais, através de margens consignáveis adulteradas.

De acordo com a Polícia Federal, o servidor quis aumentar o valor do empréstimo consignado, que é descontado na folha de pagamento. Para fazer isso, contratou um golpista, que se apresentou como corretor de empréstimos e teve o contracheque adulterado.

No contracheque, a margem de empréstimo consignado é de R$ 4,80. Com esse valor, seria possível retirar menos de R$ 50. Para conseguir mais, Cledoberto pagou R$ 3.000 a um golpista e o contra-cheque dele foi adulterado.

Cledoberto conseguiu com o banco um empréstimo de R$ 27 mil e, quando foi sacar parte do dinheiro, acabou preso. A parcela do empréstimo consignado é descontada na folha de pagamento, por isso quem tenta ser beneficiado é descoberto facilmente.

Ele foi levado para a sede da Polícia Federal para a formalização do flagrante, no qual foi autuado pelo crime de estelionato. Em seguida, o suspeito foi levado para o Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima. Se condenado, ele pode pegar de um a cinco anos de prisão pelo crime.

Ele é o terceiro servidor público preso esta semana por causa do golpe. As outras duas pessoas presas esta semana por causa do golpe eram mulheres. Elas foram para a Colônia Penal Feminina, no Recife.

A Polícia Federal quer saber quem são os integrantes da quadrilha, envolvidos no crime. “Nós acreditamos que seja uma quadrilha, por isso vamos investigar. Então, aqui fica um alerta: de maneira nenhuma, passem documentos se não conhecem a pessoa”, disse o assessor da PF Giovani Santoro.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 242 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal