Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/06/2007 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude nos postos: engenheiro é investigado


A polícia cumpriu nesta sexta-feira (1) um mandado de busca e apreensão no escritório do engenheiro José Carlos Abiad, acusado de participar de um esquema de fraudes da máfia dos combustíveis. O escritório fica em Perdizes, na Zona Oeste de São Paulo.

Os policiais da Delegacia Fazendária chegaram ao prédio onde fica o escritório da empresa Eskala, de propriedade do engenheiro, por volta das 10h. Foram apreendidos documentos e computadores.

O "Jornal Nacional" denunciou um esquema de válvulas instaladas nos postos para burlar a fiscalização. Ligados à válvula estão dois tanques, um com gasolina boa e outro com combustível adulterado. O engenheiro foi flagrado pela reportagem aconselhando a instalação de um tanque clandestino de 30 mil litros. Ele nega as acusações.

Em nota, a Eskala Engenharia de postos diz que a reportagem do Jornal Nacional ''desvirtuou a verdade dos fatos'' e que o engenheiro nunca propôs "a instalação de tanques clandestinos para enganar a fiscalização e facilitar a comercialização de combustíveis adulterados."

O engenheiro afirmou desconhecer o sistema das válvulas nas bombas de combustível, mas está sendo investigado pelo Conselho Regional de Engenharia. Se for comprovada a má conduta, Abiad pode perder o registro da profissão.

No dia 25 de maio, foi anunciado que uma força-tarefa irá fiscalizar todos os postos projetados pelo engenheiro. A prefeitura acredita que José Carlos Abiad seja responsável pela construção de 500 postos em funcionamento e outros 80 em reforma na cidade.

Esquema de válvulas

A fraude funciona da seguinte forma: um botão à distância aciona a válvula instalada no pé da bomba e permite a saída de um ou outro combustível. Quem instala as válvulas é o ex-presidiário Gilmar Alves Martins, que cumpriu pena por furto.

Fazendo-se passar por um cliente interessado no serviço, o repórter do "Jornal Nacional" entrou em contato com Martins, que lhe explicou o esquema. Martins disse que o preço para instalar o tanque e as válvulas é R$ 32 mil. Parece alto, mas o ex-presidiário garante que o retorno é rápido. Segundo ele, em dois dias é possível reaver a quantia paga, tamanho o lucro que o negócio pode proporcionar.

O ex-presidiário disse ainda que outras 12 pessoas também podem instalar as válvulas nos postos e indicou o engenheiro José Carlos Abiad para fazer o serviço. Quando o esquema foi revelado, Abiad e Martins negaram as acusações. O ex-presidiário chegou a dizer que trabalhava como marceneiro.

Fiscalização

Dez fiscais do Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru) poderão a partir desta sexta-feira (1º) analisar a gasolina e interditar os postos que vendem combustíveis adulterados. Eles foram treinados em um convênio com a Agência Nacional do Petróleo (ANP). Uma solenidade nesta tarde marcará a “formatura” dos novos fiscais.

Em duas semanas, o laboratório móvel da ANP visitou onze postos. Seis foram interditados por excesso de álcool na mistura ou presença de solvente na gasolina. Um posto de gasolina na Avenida Casa Verde, na Zona Norte, foi interditado nesta quinta-feira (31) depois que a ANP contatou 68% de álcool na gasolina – três vezes mais do que o permitido.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 442 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal