Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/09/2010 - pe360graus Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Jovens de classe média alta acusados de clonar cartões são liberados do Cotel

Eles foram presos no fim do mês passado por agentes da Delegacia de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, após a polícia encontrar com eles 40 cartões de crédito, computadores e dinheiro.

Os jovens que foram presos no mês passado por clonagem de cartões de crédito foram liberados, nesta terça-feira (14), do Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima. Eles foram soltos por ordem da justiça.

De acordo com a polícia, o grupo formado por quatro jovens de classe média alta e por um homem de 45 anos, clonava cartões de crédito. Israel e Roberto Ide Gomes, de 20 e 22 anos, respectivamente; Norton Mendonça de França (foto 3), 20, Manoel Vitor Leite (foto 4), 19, e Eduardo Fideles Filho, 45, foram presos no fim do mês passado por agentes da Delegacia de Boa Viagem, Zona Sul do Recife.

Depois de um mês de investigação, a polícia apreendeu 40 cartões de crédito, duas maquinetas de cartões, três notebooks e R$ 2 mil em espécie, além de alguns dólares e pesos - moeda Argentina.

A polícia também encontrou um Volvo (carro importado) avaliado em R$ 200 mil, em nome de Israel Ide Gomes. Só existem quatro veículos desse em Pernambuco.

O delegado João Gustavo Godoy disse que foi procurado por uma seguradora de cartão de crédito, de São Paulo, que estranhou o volume de dinheiro depositado em algumas contas em Pernambuco. A polícia contou que os acusados costumavam fechar boates do Brasil e do exterior e gastavam R$ 11 mil por noite.

Eles também viajavam bastante. De acordo com a polícia, a última viagem teria sido para Bariloche, na Argentina. Tudo financiado pela clonagem dos cartões.

Eles passaram duas semanas presos e vão responder, em liberdade, ao processo por estelionato e formação de quadrilha. Se condenados, podem pegar de dois a oito anos de prisão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 376 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal