Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

13/09/2010 - SEGS Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fenseg lança o Guia de Boas Práticas para Seguro de Automóvel

Por: Pedro Tavares


A Fenseg (Federação Nacional de Seguros Gerais) lançou o “Guia de Boas Práticas – Seguro de Automóvel”, apresentado pelo presidente da entidade, Jayme Garfinkel, no primeiro painel da 2ª Conferência de Proteção do Consumidor de Seguros. O evento foi realizado na sexta-feira (10/09), no Hotel Jaraguá, em São Paulo.

“Desde que instituímos o Codigo de Ética, começamos a trabalhar no projeto do Guia, agregando importantes orientações às empresas do segmento”, explica Garfinkel.

“Um dos objetivos da publicação é ampliar a informação do consumidor que adquire seguros sobre seus direitos e sobre a responsabilidade das empresas”, completa.

O Guia de Boas Práticas indica, entre outras recomendações, que as seguradoras mantenham um serviço de atendimento ao cliente, fornecendo informações atualizadas sobre as etapas de aceitação, emissão, cobrança e regulação de sinistros.

Outro ponto destacado é a necessidade de agir com rapidez e clareza na resolução de questionamentos dos segurados, sempre que possível no prazo máximo de cinco dias úteis (exceto nas situações em que as informações não dependam apenas da seguradora).

As informações sobre o seguro também precisam ser claras e objetivas, delimitando com precisão suas coberturas, valor do prêmio, limites de indenização, assim como a extensão e abrangência das coberturas contratadas.

Além de se projetar como ferramenta indispensável na relação do mercado segurador com os consumidores, o Guia aprimora também as relações com corretores, fornecedores, prestadores de serviço e órgãos de supervisão, entre outros.

O Guia traz ainda orientações práticas para combate às fraudes no segmento e determina que as seguradoras adotem cláusulas que assegurem o compromisso com a preservação ambiental. Isso significa, por exemplo, maior rigor na avaliação do impacto gerado pelos fornecedores de peças e sobre as rotinas das oficinas no descarte de óleo e combustíveis.

As seguradoras também devem adotar critérios rígidos para avaliar a possibilidade de recuperação dos veículos sinistrados. “Carros antigos ou acidentados têm maior tendência para apresentar a regulagem comprometida e precisam de atenção redobrada para não excederem os níveis aceitos de poluição”, ressalta Garfinkel. [2]

O presidente da Fenseg informa ainda que o projeto terá continuidade. “Vamos lançar novos guias focados em outros ramos”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 284 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal