Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/09/2010 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem apontado como maior estelionatário do Brasil é suspeito de roubo de avião em Mato Grosso


CUIABÁ - A Polícia Federal esclareceu o caso sobre o roubo do avião bimotor da empresa Abelha Táxi Aéreo, ocorrido no início de julho no Mato Grosso. Nesta sexta-feira, foram presas duas pessoas acusadas de terem participado do roubo da aeronave. Entre os suspeitos está um do maiores golpistas do Brasil, conhecido em vários países, e que já estava preso em Cuiabá desde abril deste ano. Marcelo Nascimento da Rocha ficou conhecido em todo o Brasil em 2001 quando se passou pelo filho do dono de uma das maiores companhias aéreas do país, em Recife.

De acordo com fontes da Polícia Federal, a ação foi articulada por bandidos que estão detidos na Penitenciária Central do Estado. A aeronave foi roubada para ser usada no tráfico internacional de drogas.

O piloto da aeronave foi deixado na Bolívia e relatou ter sido sequestrado e obrigado pelo passageiro que estava a bordo, a levar o avião até aquele país. O autor do roubo havia se hospedado num hotel em Rondonópolis e foi reconhecido por testemunhas. Ele teve o sigilo fiscal e telefônico quebrados pela JUstiça. Após o período de coleta de provas, a Polícia Federal representou pela expedição de mandados de busca e apreensão e prisão preventiva de quatro criminosos identificados. Os mandados expedidos foram cumpridos nesta sexta-feira, pois parte do grupo criminoso estava na Bolívia, tentando vender a aeronave roubada.

Nascimento foi preso foi preso transportando drogas em um avião que pilotava no Acre e fugiu. Depois, reapareceu no Recifolia, o carnaval fora de época da capital pernambucana. Ele ficou quatro dias em um camarote vip, comeu, bebeu, deu entrevistas para programas de TV em rede nacional, desfilou ao lado de gente famosa, utilizando o nome de Constantino, filho de um empresário do setor de transporte aéreo. Ele chegou a utilizar aeronaves para transportar famosos, sem pagar um tostão.

O acusado já utilizou dezenas de identidades para aplicar golpes, entre elas, Victor Hugo, Juliano Silva, Marcelo Ferrari Contti, entre outras. A ficha dele é extensa, com mais de 10 processos. Após fugir de um presídio no Rio de Janeiro, ele foi preso em Rondônia em 2009. Depois foi para o Mato Grosso, onde responde por crime de associação ao tráfico em Tangará da Serra. Chegou a ficar alguns mesos presos em Sinop, no presídio Ferrugem, e em abril de 2010 foi transferido para a Penitenciária Central do Estado.

Durante a investigação foi possível a prisão em flagrante por tráfico de drogas de dois outros criminosos relacionados ao grupo, em Minas Gerais, bem como foram constatados indícios da prática de outros delitos pelo mesmo grupo criminoso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 285 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal