Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/09/2010 - cidadeverde.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Idosos sofrem golpe com sequestros e falso bilhete premiado

Por: Carlos Lustosa Filho

Quadrilha seduz vítimas com história do bilhete premiado de loteria. Prejuízos somam mais de R$ 100 mil.

A Polícia lança o alerta para uma nova modalidade de golpe contra os idosos que está acontecendo em Teresina. Agora, as vítimas são seduzidas pelo golpe do bilhete premiado, sequestradas e forçadas a fazer empréstimos em bancos e dar o dinheiro aos criminosos. Nos últimos meses foram registradas cinco ocorrências e o valor do prejuízo chega a mais de 100 mil.

Segundo a polícia, os bandidos estão abordando os idosos de várias formas. Em uma delas, uma pessoa maltrapilha afirma que está com um bilhete premiado, mas que não pode sacar o dinheiro porque tem o nome sujo no Serasa e pede ajuda à vítima. Em seguida, um outro golpista, bem vestido, se passa por advogado e confirma que o bilhete é premiado. O suposto ganhador se diz agradecido a ambos e diz que irá dar parte do prêmio a ambos e o advogado propõe dar uma “carona” ao ganhador ao idoso que o ajudou.

“Quando a vítima entra no carro, o sequestro é declarado. Os criminosos forçam a vítima a fazer empréstimos tipo CDC (Crédito Direto no Caixa), onde uma pessoa que recebe R$ 1 mil pode sacar até R$ 60 mil”, afirma o agente policial que investiga o caso e pede para manter seu nome em sigilo.

Cinco casos foram registrados nos últimos meses, mas o golpe vem sendo aplicado – com algumas poucas variações – desde o ano passado. Quatro das vítimas tiveram os seguintes valores levados: R$ 6,1 mil, R$ 16 mil, R$ 25 mil e o maior de todos, R$ 68 mil. A vítima deste caso foi uma senhora de 71 anos foi abordada na Zona Leste de Teresina e obrigada a fazer o empréstimo em três agências do Banco do Brasil, além de sacar todo o dinheiro que tinha em conta e o limite do cheque-especial.

A idosa afirmou à polícia que o tempo todo uma mulher de peruca a acompanhava e havia pelo menos mais dois suspeitos. O crime mexeu tanto com a saúde da idosa, que ela foi internada e passou dez dias na Unidade de Terapia Intensiva no Hospital São Marcos.

Empecilho

“A dificuldade que nós temos é que os bancos onde ocorrem este tipo de crime não querem fornecer o vídeo do golpe às vítimas, que é direito delas. Estamos tendo que solicitar através de juiz, e isso atrasa as investigações”, lamenta a titular da Delegacia do Idoso, Maria das Graças Barros de Moura.

A delegada dá dicas de como evitar os crimes contra idosos: “Não deixar o idoso ir sozinho a bancos, acompanhar sempre que possível; os idosos não podem dar informações. Os bandidos agora estão muito bem vestidos e tem uma boa lábia. Os idosos tem que tomar cuidado com troca de cartões”, declarou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 206 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal