Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/05/2007 - O Globo Online / Diário de SP Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Detento finge ser Kassab e dá golpe por telefone

Por: Guilherme Russo


SÃO PAULO - Fingindo ao telefone ser o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, um estelionatário que cumpre pena no Mato Grosso ligava para prefeituras do interior paulista e aplicava golpes. Com celular, Roni Emanuel Santos da Costa, de 26 anos, fazia as ligações de dentro da Penitenciária

Paschoal Ramos, em Cuiabá. A polícia acredita que o detento aplicava este golpe havia um ano e, até agora, apurou que, pelo menos, dez prefeituras receberam as ligações.

Em apenas um dos golpes, lesou em R$ 15 mil um comerciante de veículos de São João da Boa Vista, a 229 km de São Paulo. Quem caiu no golpe foi a vice-prefeita de São João da Boa Vista, Elenice Imaculada Vidolin. Ela recebeu o telefonema do falso Kassab em fevereiro e, sem saber, ajudou o estelionatário.

Segundo o delegado José Gregório Barreto, no dia 7 de fevereiro, usando um vocabulário refinado, Costa enganou assessores e secretários municipais fingindo ser o prefeito de São Paulo. Ao conseguir falar com a vice-prefeita, contou que, por ter xingado de vagabundo, no dia anterior, o microempresário Kaiser Paiva Celestino da Silva, de 47 anos, em um posto de saúde, precisava comprar um carro com um revendedor de veículos da região que fosse de sua confiança, para indenizar Kaiser.

A vice-prefeita então ligou para um comerciante, explicando-lhe o caso e dizendo que 'Kassab' ligaria em seguida. Quando ligou, este pediu ao revendedor uma lista de carros no valor de R$ 20 mil. Em um novo telefonema, o “prefeito” disse que a avaliação oficial do veículo escolhido teria que ser feita por uma outro lojista, indicado pela Justiça.

Costa teria então pedido ao comerciante que não dissesse ao colega que ele compraria o veículo para indenizar Kaiser, pois a notícia poderia se espalhar. Também pediu para o dono da primeira loja dizer ao da segunda que o carro era dele mesmo, 'de Gilberto Kassab'. Com o carro na outra revendedora, Costa telefonou ao local apresentando-se de novo como o 'prefeito'.

Em tom de confissão teria dito que precisava indenizar Kaiser em dinheiro e por isso estava vendendo seu carro. Como tinha pressa em levantar o valor, 'Kassab' ofereceu o carro de R$ 20 mil, por quase R$ 13 mil. O segundo negociante achou muito baixo o valor sugerido pelo 'prefeito' e acabou depositando R$ 15 mil em uma conta corrente informada pelo golpista.

Descoberto o estelionato, a transferência foi bloqueada e a polícia iniciou a investigação. Costa estava preso há 9 anos, por roubo, furto e estelionato, e estava para ganhar liberdade condicional. Hoje, a polícia de São João da Boa Vista deve apresentar à imprensa as gravações feitas em escutas de celulares de Costa. Às vezes, ele também se apresentava como prefeito de outras cidades. Há um inquérito para apurar quanto o criminoso já lucrou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 401 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal