Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/09/2010 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende três suspeitos de golpe com Bilhete Único no Rio

Por: Aluizio Freire

Prejuízo estimado aos cofres do estado chega a cerca de R$ 13 mil. Golpe consistia em 'transportar' mais passageiros do que a capacidade.

Três motoristas de van foram presos na manhã desta segunda-feira (6) suspeitos de praticar fraudes com o Bilhete Único do estado do Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Civil, quatro vans foram apreendidas na Região Metropolitana do estado. A polícia calcula que o prejuízo aos cofres públicos dado com o golpe chegue a cerca de R$ 13 mil. Os três presos negaram as acusações.

A polícia explicou que a operação foi realizada quando o sistema da Secretaria de Transportes detectou que algumas vans estavam supostamente transportando um número maior de passageiros do que a capacidade.

Um dos veículos apreendidos chegou a aparecer no sistema como se estivesse transportando 38 passageiros, quando sua capacidade é de 15 pessoas. As cinco vans apreendidas faziam o trajeto Alcântara-Castelo e Venda das Pedras-Castelo.

De acordo com as investigações, os suspeitos usavam os cartões em duas vans num intervalo de tempo menor do que o necessário para fazer a integração, ou seja, num período inferior a 40 minutos.

“Com isso, os fraudadores eram beneficiados pelo valor integral do subsídio repassado pelo governo do estado aos permissionários”, afirmou o secretário de Transportes, Sebastião Rodrigues.

O Bilhete Único cobre R$ 4,40 pagos pelo passageiro. O restante da passagem é subsidiado pelo governo do estado.

Estelionato e formação de quadrilha

Participaram da operação cerca de 40 agentes da Secretaria estadual de Transportes e da Delegacia de Defraudações da Polícia Civil e do Departamento de Transportes Rodoviário (Detro).

Segundo o delegado da Delegacia de Defraudações, Robson Silva, eles podem responder por estelionato e formação de quadrilha. As penas somadas podem chegar a oito anos de prisão.

Eles tiveram as prisões temporárias de cinco dias decretadas pela 2ª Vara Criminal de São Gonçalo. Foram expedidos cinco mandados de prisão. Um dos suspeitos de aplicar o golpe já faleceu, e uma pessoa permanece foragida.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 223 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal