Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/09/2010 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MP denuncia taxista que cobrou R$ 250 da Rodoviária Novo Rio ao Aeroporto Tom Jobim por extorsão


RIO - O Ministério Público denunciou, nesta quinta-feira, o taxista e ex-policial militar Damião Nunes pelo crime de extorsão. Na manhã de 14 de agosto, ele tentou forçar um passageiro a pagar R$ 250 por uma corrida entre a Rodoviária Novo Rio, em Santo Cristo, e o Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, na Ilha do Governador. O valor oficial do percurso, segundo o Guia da Prefeitura do Rio, é de R$ 31.

Na ocasião, o passageiro Cassio Santos Silva negou-se a pagar o valor indicado no taxímetro, que estava adulterado, e ofereceu R$ 30, todo o dinheiro que tinha. O taxista se exaltou e gritou com a vítima. Simulando estar com uma arma de fogo, ele conduziu o passageiro a caixas eletrônicos do aeroporto, exigindo que fosse feito um saque. Uma testemunha percebeu o que ocorria, e câmeras de segurança filmaram a ação.

Na denúncia, o titular da 30ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal da 1ª Central de Inquéritos, promotor Sauvei Lai, ressalta que Nunes é policial militar reformado e responde por diversos crimes, como estelionato, furto, roubo, ameaça e lesões. O taxista já havia sido investigado por um fato semelhante. O MP solicitou a ficha funcional de Nunes junto à Polícia Militar e expediu ofício para a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), para que informe se ele possui autorização para conduzir táxi.

Na quarta-feira, policiais da 14ª DP (Leblon) prenderam Bruno de Carvalho Costa, de 29 anos, também acusado de extorquir passageiros na Rodoviária Novo Rio e no Aeroporto Internacional do Galeão. Ele usava um Fiat Stilo prata e oferecia trabalho de taxista particular a pessoas que chegavam à rodoviária. Ao chegar ao destino, cobrava valores abusivos e ameaçava a integridade física do passageiro.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 193 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal