Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/09/2010 - Gaz Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia investiga desvio de R$ 10 milhões no Banrisul


Uma operação da Polícia Federal está investigando um suposto desvio de R$ 10 milhões dos cofres do Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul). A ação foi denominada de Operação Mercari e dá indícios de superfaturamento na produção de ações de marketing do banco.

Conforme a Assessoria do banco, o Banrisul ainda não tem uma posição ofocial sobre a questão, deflagrada pela PF na manhã de hoje, 2, e está apurando as informações sobre as acusações. O esquema se daria através de superfaturamento na produção de ações de marketing contratadas junto a agências, as quais eram terceirizadas a empresas que, por sua vez, subcontratariam os reais executores dos serviços a preços muito menores do que aqueles cobrados do banco.

Hoje, agentes da PF cumprem onze mandados de busca e apreensão que estariam envolvidos no caso, sendo dez em Porto Alegre e um em Gravataí. Destas, três pessoas já foram presas, acusadas de peculato e lavagem de dinheiro: o superintendente de marketing do Banrisul, Walney Fehlberg, um representante da agência SL&M, Gilson Storke, e um diretor da DCS, Armando D’Elia Neto. Com elas foram apreendidos cerca de R$ 2 milhões sem origem identificada.

O prejuízo à empresa foi contabilizado nos últimos 18 meses. Pelo período, o foco da fraude estaria basicamente na gestão do ex-presidente Fernando Lemos, que deixou o Banrisul para ser juiz do Tribunal de Justiça Militar.

O procurador-geral do Ministério Público de Contas, Geraldo Da Camino, falou rapidamente hoje pela manhã, mas não quis dar detalhes da operação. Ele disse que as informações serão divulgadas somente no início da tarde, em entrevista coletiva à imprensa.

A Operação

A Operação Mercari, deflagrada para investigar o caso, está sendo realizada pela Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público Estadual (MPE) e Ministério Público de Contas (MPC).

A Justiça Estadual, acionada pelo MPE, autorizou o compartilhamento de informações com o MPC, que requereu ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) inspeção especial no Banrisul - já determinada -, bem como com a PF, que atua na operação tendo em vista indícios de crimes de evasão de divisas, ocultação de bens e valores e sonegação fiscal.

Ligação partidária

Embora não haja, até o momento, indício do envolvimento de autoridades, a operação da PF é o assunto nos comitês de campanha. A gestão no Banrisul, no período investigado, era compartilhada por PSDB, PMDB e PP.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 297 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal