Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/08/2010 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Vereador de Curitiba é preso por fraude em sindicato

Por: Roger Pereira


O vereador Denílson Pires (DEM), de Curitiba (PR), foi preso na manhã desta terça-feira pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual. A prisão faz parte de uma operação que investiga um suposto esquema de fraudes no Sindicato dos Motoristas e Cobradores das Empresas de Transporte Coletivo de Curitiba e Região Metropolitana, entidade que preside há 12 anos.

O vereador e outros quatro membros do sindicato tiveram a prisão temporária decretada pela Justiça após a denúncia do Ministério Público de apropriação indébita e formação de quadrilha. Outras três pessoas já foram detidas: o tesoureiro da entidade, Valdecir Bolette, o advogado Valdenir Dielle Dias e a diretora Nereide de Fátima Butinhoni. Na sede do sindicato, os policiais apreenderam R$ 120 mil.

De acordo com a denúncia, Pires foi preso por desvio de verbas da entidade que presidia. Ele teria utilizado estrutura e verbas do sindicato para se eleger vereador. O Gaeco apurou que o Sindimoc tem orçamento superior a R$ 10 milhões - parte desse valor oriunda do pagamento da passagem pelos usuários do sistema de transporte público.

Consta ainda nas investigações que o mesmo grupo estaria à frente do sindicato desde sua fundação. Neste período, o então presidente, Aristides da Silva, conhecido como Tigrinho, foi executado a tiros por pistoleiros na praia de Itapoá, Santa Catarina, em 1998.

Em 2009, o ex-diretor da entidade, Alcir Teixeira, conhecido como Zico, foi morto da mesma forma, após afirmar que iria denunciar as irregularidades ao Ministério Público. Também foi apurado que uma assessora parlamentar que consta na folha de pagamento da Câmara de Vereadores de Curitiba e não cumpre expediente no Legislativo atende no escritório político do vereador.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 227 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal