Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/09/2010 - Jornal da Cidade de Bauru Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil investiga fraudes em autoescolas para tirar CNH em Jaú

Por: Lilian Grasiela


Jaú – A Polícia Civil de Jaú (47 quilômetros de Bauru) investiga ocorrência de fraude no processo de retirada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em autoescolas do município. Em três delas, que também são conhecidas como Centro de Formação de Condutores (CFC), o registro de funcionamento foi bloqueado pela 11ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran). Até que as investigações sejam concluídas, todos os exames teóricos e práticos no município estão suspensos.

O delegado da Ciretran, Nelson Henrique Júnior, confirma a tentativa de fraude e o bloqueio do registro das autoescolas, mas garante que nenhum documento chegou a ser emitido de forma irregular.

Ele ressalta que não pode divulgar detalhes do caso para não atrapalhar as investigações, mas explica que está reunindo provas para tentar identificar e punir todos os responsáveis.

Conforme apurado pelo Jornal da Cidade, a tentativa de fraude teia sido descoberta no último dia 25, durante prova teórica para obtenção de CNH. O suposto aluno teria demonstrado nervosismo após o exame. Ao analisar a prova, o aplicador percebeu que a letra da prova não batia com a letra da inscrição feita pelo aluno junto à Ciretran.

Além da prova teórica, o fraudador teria se passado pelo aluno durante os exames médico e psicotécnico. Nos dois últimos casos, ele apresentava documento com os dados pessoais do interessado na CNH junto com uma foto sua.

A pessoa que forneceu os dados para a obtenção da CNH foi procurada pela polícia e confessou que teria pago o valor de R$ 2,8 mil à autoescola para obter a CNH sem realizar os procedimentos obrigatórios por lei.

Em média, para se tirar de forma legal o documento nas categorias A e B, que permite dirigir carro e motocicleta, o futuro motorista paga às autoescolas pouco mais de R$ 1 mil.

As investigações sobre a suposta fraude estão a cargo da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jaú. Procurado pelo Jornal da Cidade, o titular da unidade, Edmilson Bataier, informou que só vai se manifestar após a conclusão do inquérito.

Além de terem suas autoescolas fechadas na esfera administrativa, os responsáveis pelo crime podem ser indiciados por falsidade ideológica.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 382 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal