Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/08/2010 - O Liberal Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Grupo é preso quando aplicava golpe da venda do carro

Por: Bargas Filho


Duas mulheres e um homem foram presos pela Polícia Civil em Santa Bárbara d'Oeste acusados de tentarem aplicar um golpe em um estacionamento de compra e venda de veículos usados. Eles pretendiam vender um Fiat Doblô Adventure 1.8 Flex, 2006/07, por R$ 26.912,00. O veículo foi "comprado" pelo grupo com um cheque falso no município de Cotia, na Grande São Paulo. As mulheres estavam com documentos falsos, uma delas usava o nome da proprietária do Doblô. Os três foram autuados em flagrante. Outros dois integrantes do grupo conseguiram aplicar um golpe em outro estabelecimento e conseguiram R$ 2 mil em dinheiro e R$ 20 mil em cheque ao "venderem" um Corsa Sedan Premium, 2007/08, prata, adquirido na capital paulista por meio de um golpe.

O grupo esteve com o Doblô no estacionamento localizado na Rua João Lino. As mulheres se identificaram com nomes falsos. Tabata Dias de Melo, de 21 anos, usava uma carteira de motorista com sua foto e o nome de Juliana Aparecida Claudino Santana. Benedita de Souza Silva, de 47 anos, tinha uma CNH com sua foto e o nome da dona do veículo: Geralda Diógenes Nobre. O homem preso identificou-se como Geraldo Borges Xavier, de 50 anos.

Segundo a Polícia Civil, eles adquiriram o Doblô com um cheque falso e conseguiram fazer uma cópia da CNH da proprietária que passou a ter a foto de Benedita. Ofereceram o veículo por um preço abaixo do mercado. A negociação não foi concretizada porque a falsa proprietária confundiu-se ao fornecer detalhes dos documentos. Policias do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil abordaram os três e descobriram que as mulheres usavam documentos falsos. O grupo, então, teria confessado o golpe.

Tabata disse que iria ganhar R$ 2 mil e Geraldo e Benedita R$ 1 mil cada. Eles alegaram que foram contratados por um homem radicado na capital paulista conhecido como "Miguel". O grupo alegou que "vendeu" dois carros na Grande São Paulo usando o mesmo esquema e, agora, estariam agindo no Interior.

Os três foram autuados em flagrante por estelionato, uso de documento falso e formação de quadrilha ou bando. Eles foram para cadeias.

Outros dois homens, não identificados, que seriam integrantes do mesmo grupo, segundo suspeita a polícia, conseguiram "vender" o Corsa num estacionamento localizado na Vila Godoy. O carro pertence a um morador de Guarulhos que não conseguiu receber um cheque administrativo entregue como pagamento.

"Na prática essa quadrilha age da seguinte forma: adquirem carros em feirões na Grande São Paulo, pagam com cheques sem fundos, falsificam documentos e passam o veículo pra frente", disse um policial.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 764 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal