Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

26/08/2010 - Diário do Grande ABC Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatário roubava para jogar na internet

Por: Michelly Cyrillo


Um estelionatário foi preso em flagrante ontem no bairro Jerusalém, em São Bernardo. Francesco Piraiano, 25 anos, trabalhou em um call center na área de cartão de crédito de uma empresa financeira, copiou diversos dados de clientes e utilizou em compras e jogatinas na internet. O desfalque é estimado em R$ 20 mil.

A empresa começou a receber diversas reclamações dos clientes sobre débitos nas contas dos cartões de créditos indevidos. A financeira começou a rastrear os locais onde eram utilizado os dados. "Ele utilizava telefone público próximos de sua residência para ligar na central do cartão. Além disso, o último telefonema foi da própria casa, aonde solicitou a atendente a entrega de um cartão com limite aprovado de R$40 mil. O cartão foi entregue hoje (ontem), ele assinou com o nome do cliente e foi preso em flagrante", disse o delegado assistente do 3° DP (Distrito Policial) André Santos Legnaioli.

Segundo o delegado, o jovem confessou o crime. "Ele contou todo o esquema. Fisicamente ele comprou pouca coisa, a maioria dos gastos foi em jogatinas na internet."

Piraiano trabalhou três meses como atendente terceirizado da empresa em um call center. Mesmo com o sistema de segurança, ele conseguiu burlar e copiar os dados para o e-mail.

Após esse período ele foi dispensado pela empresa e começou a utilizar os dados. A auditoria da financeira não soube dizer há quanto tempo exatamente ele estava agindo, mas descobriu que desviou cerca de R$ 20 mil.

A empresa ressarciu todos os clientes. E foi a delegacia há uma semana, quando a começou a investigação.

Seu ex-empregador não soube informar se os clientes eram do Grande ABC. O caso continuará sendo investigado pela financeira, pois se se acredita que outros clientes ainda não reclamaram. Piraiano não tinha passagem pela polícia e será transferido para a penitenciária da cidade.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 612 vezes




Comentários


Autor e data do comentário: Bruno Santicioli - 26/08/2010 12:24

Trabalho conduzido pela equipe anti-fraude da Magno Advogados, Dr. Bruno Santicioli e Dr. Jorge da Silva.



O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal