Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/08/2010 - O Dia Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia investiga empresa que já enganou outras 22 com fraude da lista telefônica

Por: Celso Oliveira

OAB pode suspender advogados de escritório responsável por 800 processos suspeitos se uso indevido de dados pessoais for comprovado.

Rio - Golpes praticados com dados pessoais das vítimas — como a fraude descoberta pela Corregedoria-Geral da Justiça em 800 processos — lotam as delegacias do Rio. A Polícia Civil agora aperta o cerco contra escritório paulista que já enganou pelo menos 22 empresas no Rio com o ‘Golpe da Lista Telefônica’. No caso das fraudes em ações judiciais, revelado por O DIA ontem, a Ordem dos Advogados do Brasil vai investigar os advogados suspeitos de entrar com processos no Fórum da Ilha do Governador sem avisar os autores.

No inquérito da Delegacia do Consumidor (Decon), três golpistas já estão identificados. O delegado Carlos Augusto Nogueira decide nos próximos dias se pede à Justiça a prisão deles por estelionato (1 a 5 anos de reclusão). Nogueira ainda não calculou, mas acredita que o grupo fatura altas cifras. “Eles também têm vítimas em São Paulo e Minas. No Rio, a maioria dos que registraram queixa aqui é de donos de consultórios médicos”, diz.

O esquema é simples: num telefonema, o golpista, dizendo ser funcionário de famosa editora de lista telefônica, convence a vítima a devolver por fax ficha preenchida e assinada para suposta atualização gratuita do cadastro. Um mês depois, chega o boleto bancário, seguido de ameaças de inclusão do nome no SPC. “Quando há recusa em pagar, oferecem taxa de rescisão do contrato. Temos registros de cobranças entre R$ 3,6 mil e R$ 8 mil. Quando entramos em contato, eles dizem que cancelaram o contrato”, explicou o delegado.

Sobre o caso das 800 ações, o presidente da OAB-RJ, Wadih Damous, disse ontem que os advogados podem ser suspensos se forem culpados: “Já pedi cópias à Corregedoria”.

Como se prevenir

DOCUMENTOS ROUBADOS

Os 800 processos sob suspeita surgiram de ações de um único escritório de advocacia, que obteve cópias de documentos para fraudar procurações e receber indenizações em nome dos ‘autores’, que muitas vezes nem sabem do processo. A dica é sempre registrar a perda ou extravio de documentos na polícia e consultar periodicamente se há processos em seu nome no site www.tjrj.jus.br.

NÃO FORNEÇA DADOS

O delegado da Decon, Carlos Augusto Nogueira, sugere que os assinantes, ao serem contatados por supostas editoras de lista telefônica ou pessoas oferecendo qualquer serviço, jamais digam ao telefone seus dados pessoais e evitem também remetê-los por fax ou e-mail antes de confirmar a existência e idoneidade da empresa.

DENUNCIE

Em caso de suspeita de fraude, ligue imediatamente para o 2253-1177 (Disque-Denúncia) ou para o 2332-2916, da Delegacia do Consumidor.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 328 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal