Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

13/08/2010 - Diário de Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Canadiana finge cancro para ganhar dinheiro


Jovem acumulou 'doenças incuráveis' e dinheiro durante dois anos. Agora aguarda julgamento. Família não lhe paga fiança.

Rapou o cabelo e as sobrancelhas, arrancou as pestanas e passou fome para emagrecer ao ponto de se parecer com os doentes que fazem tratamento com quimioterapia. Ashley Anne Kirilow, de 23 anos, queria assim tornar credível a sua história: sofria, desde 2008, de cancro da mama e precisava de ajuda monetária. Comoveu muita gente; os donativos não tardaram a chegar e, em dois anos, atingiram 20 mil dólares. Agora a jovem aguarda julgamento por fraude.

Filha de um casamento fracassado, Ashley admite que forjou toda a história para que a "família se sentisse mal" pela forma como a tratou [em criança]; garante que está arrependida, confessa que gastou o dinheiro - que, insiste, não ultrapassa cinco mil dólares - mas que, quando tiver emprego, irá poupar e doar o que conseguir a organizações de caridade.

Tudo começou em 2008 quando Ashley se submeteu a uma pequena cirurgia para que lhe fosse extraído um nódulo benigno da mama. A partir daí, passou a dizer que sofria de cancro da mama e que não tinha família: na sua versão, fora abandonada por pais toxicodependentes, provavelmente já falecidos. E todos acreditaram.

Ashley, que tatuou nos dedos as frases "Não desisto" e "Amo a vida", usou o Facebook para dar a conhecer a sua história e angariar fundos que lhe foram entregues em moeda. Sem recibos, portanto. Conseguiu ainda cativar muita gente que se empenhou em organizar concertos, venda de camisolas, etc, tudo para a ajudar; e uma viagem à Disneylândia paga por uma organização de alerta contra o cancro, sediada em Toronto.

Ashley, que não vive com os pais, cortou com a mãe quando, em 2009, esta disse não poder dar-lhe mais dinheiro, até porque a quimioterapia é gratuita no Canadá. E foi rude com o pai quando este a forçou a dizer a verdade. Dois anos depois, os mais variados cancros não derrotaram Ashley, que aguarda julgamento detida: os pais recusaram pagar a fiança.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 158 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal