Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/08/2010 - Engeplus Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Por trás de uma simples mensagem, o golpe


Passados os manjados golpes do seqüestro e do acidente, alardeados pela imprensa e polícia, o mais aplicado atualmente por presidiários do país é o da mensagem premiada. Com a promessa de que o sorteado ganhou um carro ou geralmente uma casa, a mensagem de texto pede para o “sortudo” entrar em contato com um número de celular.

Em contato com o número repassado o Portal Engeplus conversou com um homem que atendeu o telefone dizendo-se chamar Carlos Eduardo, funcionário do SBT. Questionado se o proprietário da linha teria alguma promoção cadastrada em seu celular - quase todos clientes possuem- ele imitando a voz do Silvio Santos solicita um depósito bancário no valor de R$ 390,00 feito em casa lotérica para que o beneficiado possa receber sua casa.

Diante da promessa da suposta vítima de que o depósito seria feito no início desta tarde, o estelionatário afirma que o “sortudo” pode ganhar um carro mediante repasse de créditos de celular pré-pago.

"Esses estelionatários sempre agem com o psicológico das vítimas, fazendo-as acreditar em situações fictícias, o que se chama de engodo, para, ato contínuo, lesá-las. Nos casos dos sequestros agiam com o lado psicológico decorrente da situação, que é altamente estressante. No caso das mensagens premiadas, agem, também, com base em situações psicológicas, mas que decorre da excitação por terem sido premiados. Ou seja, em ambos os casos, o engodo ou ardil é a conversa, que convence a vítima, pela excitação ou pelo estresse”, comenta o delegado Ulisses Gabriel.

A autoridade pede que as pessoas jamais façam o repasse bancário, lembrando que mensagens, não são o tipo de contato originado por empresas. Segundo o delegado não existe um perfil das vítimas. "São desde jovens até idosos, independentemente de classe social. Eles mandam a mensagem e quem retorna torna-se possível vítima".

Na PM de Criciúma o número de pessoas que ligam questionando se as mensagens são verdadeiras tem aumentado. Os policiais alertam avisando as vítimas do SMS que se trata de golpe e que elas devem registrar boletim de ocorrência repassando dados à Polícia Civil.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 150 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal