Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/08/2010 - O Dia Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Idosa é presa tentando sacar mais de 4 milhões em Itaguaí

Por: Lúcio Natalício


Rio - A aposentada Daia da Silva, 74 anos, foi presa nesta quarta-feira em flagrante por policiais da 50ª DP (Itaguaí), acusada de tentar sacar cerca de R$ 5 milhões em precatórios em nome de Algecira Amaral de Queiroz, que morreu em 2009. Ela estava acompanhada de Marcos Machado Vieira, 40, que também foi detido. A tentativa de golpe, que pode envolver uma quadrilha, ocorreu na agência da Caixa Econômica Federal do Centro do município. A idosa nega o crime.

Daia e Machado deverão responder por tentativa de estelionato, podendo ainda ser enquadrados por formação de quadrilha, caso a polícia confirme o envolvimento de mais suspeitos. A acusada, que mora no bairro Nova Aurora, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, despertou a desconfiança da gerência do banco, segunda-feira, quando foi solicitar o saque do dinheiro.

Ela foi orientada a voltar nesta quarta para concluir a transação. Um dos fatores que mais chamaram a atenção do banco foi a idade avançada da mulher, que usava identidade falsa em nome da verdadeira beneficiária do dinheiro, e o valor da quantia a ser sacada. Como precaução, a agência acionou a Central de Inteligência da Caixa e a polícia, que, em ação conjunta, descobriu a tentativa de golpe.

“Fizemos o levantamento em Cartório de Registro Civil e constatamos que a verdadeira dona do dinheiro estava morta desde 2009”, contou o delegado Franquis Dias Nepomuceno, que montou a operação para efetuar a prisão. Daia foi presa na mesa da gerência e não reagiu, apenas disse que estaria sob tratamento médico.

“Cercamos a agência bancária, colocamos agentes dentro do banco, como se fossem clientes, e demos o bote na hora em que ela se preparava para concluir a transação fraudulenta”, explicou Franquis Nepomuceno, que até o final da noite ainda tentava prender mais suspeitos.

Um funcionário do banco também foi levado para prestar depoimento. Procurada, a Caixa Econômica preferiu não se manifestar sobre o assunto.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 372 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal