Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/05/2007 - O Globo Online / Diário de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Atestado falso para auxílio-doença leva 11 para cadeia no Rio Grande do Sul

Por: Maria Fernanda Blaser


PORTO ALEGRE - A Polícia Federal (PF) do Rio Grande do Sul prendeu 11 pessoas suspeitas de envolvimento com fraudes contra a Previdência Social. Segundo a PF, um escritório especializado no município de Rio Grande vendia atestados médicos falsos aos segurados. Os documentos eram usados para garantir auxílios-doenças e aposentadorias por invalidez indevidos.

A PF prendeu um despachante e mais quatro funcionários do escritório. Outros seis médicos também foram detidos porque forneciam os atestados falsos. O esquema, segundo a Polícia Federal, beneficiou mil segurados de Rio Grande e outras cidades da região. Em alguns casos, foi constatado que os beneficiários se afastavam do emprego, recebiam o benefício indevidamente e continuavam trabalhando em outras empresas.

Os segurados envolvidos pagavam entre R$ 150 e R$ 200 a cada três meses. O objetivo era garantir a renovação do auxílio-doença. Há casos de beneficiários que receberam do INSS por até três anos.

A PF constatou que a maioria dos trabalhadores se afastava de suas funções por doenças psiquiátricas. Os suspeitos também orientavam os segurados como se comportar durante a perícia médica na agência do INSS. A Polícia Federal vai intimar os mais de 1.000 envolvidos para depor. Todos devem ser indiciados por estelionato e formação de quadrilha.

Segundo a Associação Nacional dos Médicos Peritos (ANMP), um perito foi preso durante a operação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 381 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal