Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/08/2010 - Zero Hora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe de falso depósito por envelope faz mais uma vítima no Estado

Por: Renato Gava

Comerciante ficou sem o carro e não recebeu o pagamento.

A ação é antiga, mas ainda faz muitas vítimas. O golpe do envelope está dando dor de cabeça em quem tem veículos abaixo de R$ 5 mil.

É o caso do comerciante Juarez Perfeito de Azevedo, 50 anos, que ficou sem seu carro de estimação e não recebeu um único centavo.

– Quando fui à delegacia dar queixa, descobri que o mesmo estelionatário que me roubou já aplicou pelo menos uns quatro golpes iguais este ano. O carro estava comigo havia quatro anos – lamentou.

O caso ocorreu na quinta-feira. Azevedo conta que, após colocar uma placa de vende-se em seu Fusca ano 1980, foi abordado por um interessado. Ambos acertaram o preço de R$ 3,8 mil. O comprador pediu o número da conta do dono do carro e, horas depois, voltou com um comprovante de um banco, no qual constava que havia feito dois depósitos em dinheiro no caixa 24 horas, de R$ 2 mil e outro de R$ 1,8 mil.

– Vi os comprovantes, achei que estava tudo certo. Ele pegou o carro e ficou de voltar no dia seguinte, às 14h, para irmos ao cartório fazer a transferência. O sujeito não apareceu, e quem me procurou foi o gerente da minha agência, para avisar que depositaram um envelope vazio na minha conta – relata Juarez.

O estelionatário, de 37 anos, esteve preso cinco vezes. recebeu a liberdade provisória em 15 de fevereiro – havia sido preso no dia anterior, em Frederico Westphalen, dirigindo um Fiesta roubado e usando documentos falsos. No dia 1º de junho, comprou um carro em Pelotas, no valor de R$ 7,9 mil, e pagou com um cheque sem fundos – o vendedor ainda tenta reaver o dinheiro, já que o estelionatário repassou o veículo. Depois, o outro golpe registrado é o do Fusca de Azevedo.

Como é o golpe

- O estelionatário procura quem está vendendo carro. Eles acertam o preço, e o vigarista pede o número da conta para depositar o valor acertado
- Fora do horário bancário, vai a um caixa 24 horas e utiliza o envelope destinado a depósitos em dinheiro. Ele preenche os campos do banco como se tivesse depositado o valor combinado, porém o envelope está vazio
- O ladrão retorna com o comprovante do depósito. Acreditando estar tudo acertado, o vendedor entrega o veículo, e o criminoso se compromete a voltar depois para acertarem transferência
- O estelionatário não aparece. Quando a vítima é avisada pelo banco que o envelope usado estava vazio, geralmente já é tarde demais
- Em caso de depósitos feitos em bancos 24h, o vendedor deve esperar até o valor ser compensado, o que costuma demorar pelo menos um dia
- Só entregue o bem após consultar o gerente de sua agência para ter certeza que o dinheiro está na conta
- Conhecer o histórico do comprador pode evitar um mau negócio. Confirme ainda o endereço e o emprego que ele diz possuir

AJUDE A ENCONTRAR
- Quem tiver informações sobre o Fusca 1980, placas IAU-4666, pode entrar em contato com o 190 ou com o número (51) 9948-4135.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 235 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal