Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/08/2010 - Gazeta do Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presas quatro pessoas acusadas de aplicar golpes em comerciantes de Curitiba

Por: Adriano Ribeiro

Segundo a polícia, o grupo vinha de Porto Alegre (RS) para a capital paranaense e comprava roupas e eletroeletrônicos com documentos falsos.

Dois homens e duas mulheres acusados de aplicar golpes em diversos estabelecimentos comerciais de Curitiba foram presos pela polícia. Os suspeitos são do Rio Grande do Sul e foram detidos na noite de segunda-feira (2) em um hotel da capital paranaense.

Os quatro acusados foram apresentados na tarde desta terça-feira (3) na sede do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), responsável pela prisão do grupo. O delegado Hamilton da Paz explicou que os dois casais costumavam viajar de Porto Alegre (RS) para Curitiba. Com documentos falsos, eles compravam roupas e eletroeletrônicos e depois voltavam para a capital gaúcha. “Depois de um período, quando os comerciantes iam cobrar as compras efetuadas, acabavam descobrindo que haviam sido lesados”, diz o delegado.

O grupo passou a ser investigado há cerca de 20 dias, depois que algumas pessoas prejudicadas procuraram a polícia. Investigadores do Cope descobriram a identidade dos suspeitos e apuraram que eles estavam em Curitiba na última segunda. Os quatro acusados acabaram detidos em um hotel localizado no Centro da cidade. Com eles foram apreendidos diversas carteiras de habilitação falsas, cartões bancários, cartões de estabelecimentos comerciais e holerites falsos da Prefeitura de Curitiba que, segundo a polícia, seriam utilizados para comprovar renda e residência no momento das compras.

O Cope informou que foram presos Alexandro Souza dos Santos, de 32 anos, Aline Patrícia Rosa, 37, Luiz Felipe Ribeiro, 50, e Marli Vieira Souza, 42. Todos vão responder por estelionato, falsidade ideológica e formação de quadrilha. Os dois homens foram levados para o Centro de Triagem II, em Piraquara, e as mulheres foram levadas para o Centro de Triagem I, na capital.

“Um levantamento inicial indica que eles causaram um prejuízo de cerca de R$ 10 mil aos comerciantes, mas esse valor ainda pode ser maior”, afirma Paz. Possíveis vítimas prejudicadas com o golpe podem entrar em contato com o Cope por meio do telefone (41) 3284-6562 ou comparecer à sede do Centro de Operações na Rua Conde São João das Duas Barras, 1274, no bairro Hauer.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 217 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal